Taxa de juros é 8,5% ao ano

Esta é a taxa mais baixa desde que o Comitê de Política Monetária (Copom) passou a divulgar uma taxa para fins de política monetária, em 5/3/1999.
Através da política monetária o governo influencia o nível de produção e emprego e controla a variação dos preços. O modelo da política monetária brasileira é o chamado Meta de Inflação e o principal instrumento utilizado é a taxa de juros. Neste modelo, a taxa é fixada tendo como objetivo cumprir a meta para a inflação no ano.
Veja a variação da taxa ao longo dos anos no gráfico acima.

O que significa uma taxa baixa?
Para os investidores, significa ganhar menos em aplicações conservadoras, como os títulos do Tesouro, CDBs e fundos de renda fixa ou referenciado DI
Também na poupança, já que passa a valer a nova regra de remuneração. Os depósitos realizados a partir de 04 de maio serão corrigidos a 70% da Selic + TR. Isso corresponde a 5,95% + TR enquanto a Selic for 8,5%. Os depósitos mais antigos continuam a ser corrigidos a 6,17% ao ano + TR.

Qual a diferença entre Selic e CDI?
Para começar, é importante entender que há duas taxas Selics. A primeira é uma meta. É a taxa que o Copom divulga periodicamente, em média a cada 45 dias, para fins de política monetária, que na última reunião em 30 de maio foi fixada em 8,5% ao ano.
A segunda é a taxa Selic do Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC). Esta não é determinada pelo Copom, é calculada a partir das taxas efetivamente observadas nas operações do mercado.
Em alguns momentos podemos notar um pequeno descolamento entre estas duas taxas, pois uma é estipulada e a outra, calculada.
Já o CDI é um indexador utilizado pelo mercado como referência para analisar as variações das aplicações e comparar o desempenho dos fundos. É obtido a partir da média das taxas das operações realizadas entre os bancos.
Como a base das operações realizadas nos mercados é a meta definida pelo Copom, as variações da Selic e do CDI são muito semelhantes. Veja na tabela abaixo:

Neste ano, o Copom reduziu a meta de 11% para 10% em janeiro, para 9,75% em março, para 9% em abril e agora para 8,5% ao ano. Isso para estimular o crescimento econômico.
Será que vai cair ainda mais? Os analistas acham que pode haver mais um corte de 0,5 p.p. (ponto percentual), o que levaria a taxa para 8% ao ano.

E o que fazer para ganhar mais nos investimentos?
Para os investidores com perfil conservador, pesquise e procure por fundos com baixa taxa de administração, abaixo de 1%. Os bancos seguem anunciando redução nas taxas de administração, mas estas ainda continuam altas para fundos com esse perfil.
Compare com o Órama Cash DI, com taxa de administração de apenas 0,3% ao ano! O retorno esperado desse Fundo é de 95% do CDI. Portanto, com meta de 8,5% ao ano, o retorno esperado bruto é 8,08% e o líquido 6,83%, contra cerca de 6% da poupança. Pode não parecer muito significativo, mas faz toda diferença para os investimentos de longo prazo.
E se você quer ganhar ainda mais, será preciso correr risco. Aguarde o texto sobre a relação risco e retorno no próximo post. Até lá!
Enquanto isso, veja as rentabilidades dos Fundos Órama Clique aqui para ver a lista de Fundos.

Escrito por

Consultora de investimentos da Órama autorizada pela CVM, CFP® e autora de diversos livros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s