Os Investimentos em Outubro

Outubro foi um mês difícil, principalmente para os setores de energia elétrica e construção civil.

As companhias de energia elétrica perderam R$ 12,5 bi em valor de mercado na Bolsa, num cenário de incertezas regulatórias e tarifárias criado pela intervenção do governo, desde que foi publicada a Medida Provisória sobre a renovação de concessões de usinas. Cesp caiu 39%, Cemig 31%. Ao lado da estatal federal Eletrobrás foram as mais afetadas.

O setor de construção civil, depois de um ciclo forte de crescimento, está em período de ajustes. As empresas tomaram muito crédito, se alavancaram e captaram no mercado acionário. A mão de obra ficou mais cara e houve estouro no orçamento e atraso de obras. Os destaques negativos foram Gafisa -16%, MRV -15% e PDG -10%.

Com isso, o Ibovespa registrou queda de 3,56%. Também sofreram fortes desvalorizações as ações da OGX, Banco do Brasil e Petrobras.

Porém, entre os 5 melhores Fundos do mês, 4 são Fundos de Ações. O que comprova que sempre há boas oportunidades, mas que encontrá-las é tarefa para profissionais.

1) O Fundo que mais se valorizou foi ÓRAMA Opportunity Logica II, 2,90%, devido a alta das ações da Vale, empresa na qual o Fundo concentra os investimentos.

2) A performance do ÓRAMA STK Ações foi de 2,79%. As ações que mais contribuíram foram Comgás, Klabin e Ambev.

3) O ÓRAMA Quest subiu 2,18%. Contribuíram para o desempenho do Fundo Cosan, Vale e BVMF.

4) O ÓRAMA Inflação teve rendimento de 2,12%. Este valor é explicado pela variação do IPCA de 0,59% em outubro e do fechamento das taxas de juros.

5) Como sempre, entre os melhores, o ÓRAMA JGP Equity valorizou 2,10%. Com sua estratégia oportunista, a performance do mês é atribuída às operações nos setores financeiro, consumo e materiais básicos.

Expectativas
Com juros estáveis e inflação acima da meta, porém, sob controle, continuamos otimistas com as oportunidades de investimento disponíveis nos mercados para os Fundos. Minhas sugestões para seus próximos investimentos são:

– Para os mais conservadores ou para aplicar as reservas para emergências: ÓRAMA JGP Hedge, ÓRAMA GAP Hedge e ÓRAMA Cash DI.

– Para os moderados com horizonte de longo prazo: ÓRAMA BTG Pactual Hedge Plus, ÓRAMA BTG Pactual Local e ÓRAMA GAP Absoluto.

– Para os mais agressivos: ÓRAMA JGP Equity, ÓRAMA Studio, ÓRAMA Bogari e o ÓRAMA IP Participações que foi reaberto para captações.

Bons investimentos!

Escrito por

Consultora de investimentos da Órama autorizada pela CVM, CFP® e autora de diversos livros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s