Investimentos em Fevereiro de 2014

Logo na primeira semana do mês, o IBGE divulgou o IPCA referente a janeiro. O índice surpreendeu positivamente o mercado, mostrou desaceleração da inflação no primeiro mês do ano além do esperado. Este fato combinado com a redução do ritmo de alta da Selic pelo Copom que no final do mês decidiu pela alta de 0,25 pontos percentuais para a Selic , elevada a 10,75% ao ano, trouxe tranquilidade ao mercado de juros onde as taxas futuras foram negociadas em patamares mais baixos.

O deslocamento da curva de juros para um nível inferior trouxe ganho aos fundos que possuem títulos com componentes prefixados em suas carteiras, é o caso dos fundos de inflação e grande parte dos multimercado. Quando a taxa de juros cai os títulos com juros prefixados se valorizam e os fundos que aplicam nestes ativos ganham.

No Brasil, o governo tem feito maior esforço diplomático para reconquistar a confiança do empresariado local e global que anda bastante desapontado com a situação econômica brasileira. O PIB de 2013 anunciado no fim do mês veio melhor do que o esperado, porém não o bastante para recuperar o bom humor dos investidores. No exterior, as principais economias do mundo dão continuidade ao processo de retomada do crescimento, só que os indicadores divulgados são mistos, ainda sem tendência definida.

Neste contexto, a bolsa brasileira apresentou comportamento variável durante o mês, alternando entre pregões positivos e negativos. Fechou fevereiro em queda de 1,14 %. Os destaques negativos foram a ações da Petrobras que caíram 6,78% muito influenciadas pela divulgação dos resultados da companhia, Vale com queda de 2,09% atribuída aos resultados mais fracos da economia chinesa, Gerdau que perdeu 13,70% no mês depois das declarações do presidente da empresa sobre as expectativas para a economia americana e ações do setor elétrico que tiveram o resultado ruim atribuído a forte intervenção estatal no setor e ao risco de apagão, devido à falta de chuvas.

O dólar registrou queda de 2,58%, o anúncio das metas fiscais pelo governo agradou o mercado e explica parte deste movimento.  O CDI foi de 0,78% e a poupança de 0,55% no mês. Os melhores fundos ÓRAMA foram:

ÓRAMA Inflação 3,00% – A alta do Fundo é resultado da valorização das NTN-Bs, títulos públicos que compõem a carteira do Fundo em devido à uma melhora na percepção de risco e também um ajuste nas taxas com a divulgação do índice de inflação (IPCA) de janeiro mais fraco e pela redução no ritmo de alta da Selic, a taxa básica de juros,  .

ÓRAMA JGP Equity 2,21%. A rentabilidade do Fundo foi alcançada com valorização das ações do setor financeiro entre elas BB Seguridade e também do setor de consumo, como Qualicorp.

ÓRAMA Ouro 1,98%.  A alta do ouro no mercado internacional pode ser atribuída à instabilidade econômica e política em  alguns países emergentes  e à  crise na Ucrânia, mas também por um movimento especulativo, já que o ouro caiu muito no ano passado, maior queda desde 1981.

ÓRAMA STK Ações 1,19%. Os destaques positivos que contribuíram para o desempenho do fundo no mês foram Kroton, BVMF e BB Seguridade.

ÓRAMA BTG Pactual Hedge Plus 1,14%.  A performance alcançada pelo Fundo no mês é resultado de operações táticas nos mercados de juros e câmbio.

Continuamos otimistas com os mercados para este ano, apesar da volatilidade, achamos que haverá muitas oportunidades para investir e obter bons retornos. Assim sendo, seguem abaixo minha recomendação para seus próximos investimentos:

  • • Para investidores conservadores e diversificação de carteiras, as Letras de Crédito (LCI e LCA) são a melhor escolha.
  • • Para aplicar a reserva para as emergências, o Fundo Órama DI Tesouro Master. Este também é um produto adequado para investidores conservadores.
  • • Para aplicação de recursos de médio prazo e investidores com perfil de risco moderado, escolha entre os fundos Órama BNY  Mellon ARX Hedge PlusÓrama Gap Absoluto e Órama Gávea Macro ou monte uma carteira com eles.
  • • Para os investidores com horizonte de longo prazo e perfil de risco agressivo, recomendo o  Órama JGP EquityÓrama Studio e Órama IP Participações.

Qualquer dúvida sobre o desempenho dos seus investimentos em fevereiro ou sobre alocações de carteira entre em contato comigo através do canal Fale com a Sandra no site da Órama.

Escrito por

Consultora de investimentos da Órama autorizada pela CVM, CFP® e autora de diversos livros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s