20 anos do Real: Motivos para Comemorar

No próximo dia 1º, o Real completará 20 anos e só temos motivos para comemorar. A moeda é produto do grande plano de estabilização econômica do país. O objetivo do Plano Real, lançado em fevereiro de 1994, era domar a inflação doméstica e para isso uma série de instrumentos econômicos foram utilizados. Vamos entender neste post os benefícios que uma moeda estável trouxe para o país.

A inflação é um fenômeno monetário com o qual o Brasil conviveu durante muitos anos e que em diversos momentos da nossa história esteve fora do controle das autoridades, fazendo com que as moedas vigentes perdessem valor a uma grande velocidade. Vários planos para controle da inflação foram experimentados no país e tivemos nada menos do que dez moedas diferentes desde a independência.

Assim que o Real entrou em vigor em julho de 1994, os resultados foram logo percebidos. A inflação registrada pelo IPCA, que foi de 47,03% em junho, caiu para 6,8% no mês seguinte. Em 1995, o primeiro ano completo com a nova moeda, a inflação anual foi de 22,41%, 100 vezes menor que em 1993, último ano completo do Cruzado Real. Em 1996, segundo ano completo de vigência da nova moeda, a inflação foi de 9,56%.

Porém, nos primeiros meses do Plano Real, o seu sucesso era questionado. Depois de tantos outros planos e moedas que haviam fracassado, era natural que isso acontecesse. Para reforçar os motivos de desconfiança, parte da equipe formuladora do Plano Real era a mesma do Plano Cruzado, que não foi bem sucedido.

Logo nos primeiros anos de existência, as crises asiática e da Rússia foram grandes provas de fogo à nova moeda. Com o Real passando com êxito por elas, ganhou a confiança dos agentes e possibilitou que o investidor estrangeiro se reaproximasse do Brasil.

Ainda que sob fortes críticas e independentemente das opções partidárias, o Real, junto com as medidas econômicas adotadas conseguiu controlar a inflação e devolveu à população e aos investidores a capacidade de administrar melhor suas contas e fazer planos para o futuro. Por mais que o governo venha sendo criticado por sua política econômica atual e a falta de compromisso para controlar a inflação, a situação em que vivemos em nenhum momento remete a de 20 anos atrás. O Real não está ameaçado, mesmo que a inflação atual supere o teto da meta estipulada.

Dessa forma, os 20 anos do real devem ser comemorados pela estabilidade econômica conquistada, pela retomada do investimento externo no país e pela capacidade de planejamento que devolveu aos investidores e à população. Com os salários e taxas estáveis, o financiamento de carros e imóveis se tornou realidade para a população e a estabilização do câmbio permitiu que o brasileiro viajasse mais. Sem falar que a estabilidade econômica devolveu às pessoas a capacidade de planejar investimentos, com o objetivo, inclusive, de alcançar a independência financeira e conseguir manter o padrão de vida na aposentaria.

Escrito por

Consultora de investimentos da Órama autorizada pela CVM, CFP® e autora de diversos livros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s