Investimentos em Agosto de 2014

Os investimentos em ações foram o destaque do mês de agosto. O Ibovespa, principal índice do mercado brasileiro, subiu 9,78% no seu melhor mês do ano. A alta foi puxada, principalmente, pelos papéis de empresas estatais, como a Petrobras, que subiu mais de 20% no mês, e do setor financeiro.

A bolsa de valores brasileira acompanha o cenário global favorável para aplicações de maior risco. Nos Estados Unidos, os índices S&P500 e Dow Jones bateram recordes históricos durantes o mês. Porém, há de se observar que, no caso brasileiro, o mercado também reagiu bem às mudanças no cenário eleitoral.

Cenário interno

No final do mês, o IBGE divulgou o PIB brasileiro referente ao segundo trimestre do ano. O indicador mostrou uma retração de 0,6% da atividade economia no período. Este dado, junto à revisão do PIB do primeiro trimestre, que caiu 0,2%, coloca o país numa recessão técnica.

Os dados fracos sobre a atividade econômica impulsionaram as discussões sobre o futuro patamar da taxa básica de juros. Diante do cenário atual, o consenso do mercado é de que a taxa deva permanecer estável até, pelo menos, o final do ano. Deste modo, a curva de juros cedeu no mês, trazendo ganhos expressivos, sobretudo para os títulos com prazos de vencimento mais longos.

A liquidez presente no mercado internacional pressionou o dólar para baixo. A moeda americana fechou o mês com uma queda de 1,58% frente ao real, prejudicando o resultado de fundos de investimentos com posições compradas em dólar.

Diante dos fatos acima citados, a poupança e o CDI renderam respectivamente em agosto 0,56% e 0,86%.

Os melhores Fundos Órama em agosto

Os Fundos Órama de destaque no mês foram:

Órama Pacífico Ações <10,05%>

O excelente desempenho do fundo no mês é resultado das posições em Itausa, com alta de 15,04%, e BVMF Bovespa, que subiu 10,16% diante das mudanças quanto ao cenário eleitoral, além de Petrobras (+20,19%) que respondeu à esta mudança, mas também às declarações do ministro Mantega ao longo do mês que sinalizavam um possível aumento do preço da gasolina em 2014.

Órama Quest Ações <9,33%>

A boa performance da carteira se deve ao forte posicionamento da equipe de gestão nas ações da Kroton, com alta de 9,31%, respondendo aos bons resultados divulgados, e da Cosan que subiram 23,66% depois que Marina Silva, presidenciável, declarar que se eleita promoverá o setor sucroalcooleiro nacional.

Órama BNY Mellon Arx Income <9,14%>

As posições que mais contribuíram para a alta no mês foram Petrobras, Bradesco e Itausa, que subiram respectivamente 20,19%, 17,40% e 15,04%.

Órama Bolsa Mid Large-Small Cap <8,32%>

A rentabilidade entregue pelo fundo é fruto da combinação das rentabilidades dos índices Mid Large Cap, que registrou alta de 9,71%, e Small Cap, que subiu 7,47%. No Mid Large Cap os destaques foram ações da Petrobras e de empresas do setor financeiro, enquanto no Small Cap se destacaram as ações dos setores de varejo, como B2W e Hering, e imobiliário.

Órama Bogari Value <6,45%>

O resultado do fundo em agosto é explicado pelo seu posicionamento em Itausa (15,04%), Cosan (23,66%) e ações do Grupo SER Educacional, que registraram alta de 9,56% diante do lucro líquido divulgado e das perspectivas de que o governo dará continuidade aos programas educacionais adotados.

Perspectivas para setembro e recomendações para seus próximos investimentos

Nossa perspectiva para setembro é de que as pesquisas eleitorais ainda devam trazer volatilidade aos mercados de juros, câmbio e ações e as crises no mercado internacional podem contribuir para a oscilação dos preços dos ativos também. Por isso, minhas recomendações para seus próximos investimentos são:

Para os investidores conservadores

LCAs e LCIs para investidores conservadores e diversificação de carteiras de investimento.

O Fundo Órama DI Tesouro Master, para aplicar as reservas de emergência e também para investidores conservadores, uma vez que o fundo não apresenta variações negativas nem mesmo no curto prazo. Este fundo é uma excelente opção à caderneta de poupança, diante do patamar em que se encontra a taxa de juros, 11% ao ano.

Para os investidores moderados

Os Fundos Órama BTG Pactual Hedge Plus, Órama GAP Absoluto e Órama Opportunity Total se seu perfil de risco é moderado, se tem um horizonte de investimento de cerca de três anos e aceita variações negativas de curto prazo.

Para os investidores agressivos

Os Fundos Órama JGP Equity, Órama STK Ações, Órama Bogari Value e também o Órama Pacífico Ações se você é um investidor com perfil agressivo e tem planos de longo prazo, cinco anos ou mais.

Caso você ainda possua alguma dúvida sobre o desempenho de seus investimentos ou precise de auxílio para escolher as melhores aplicações, entre em contato comigo através do canal “Fale com a Sandra”, no site da Órama.

Bons investimentos e até o próximo mês!

Escrito por

Consultora de investimentos da Órama autorizada pela CVM, CFP® e autora de diversos livros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s