É Hora de Revisar a sua Carteira de Investimentos

Chegado o final do ano, é hora de fazer revisão nas carteiras de investimentos. O objetivo é identificar quais os ativos que mais contribuíram para os resultados, assim como os que não foram tão bem para fazer os ajustes necessários e obter um resultado melhor em 2015. 

Como consequência da conjuntura econômica e do cenário político, que trouxeram volatilidade excessiva aos mercados durante o ano, muitas carteiras não rentabilizaram como o esperado. Todavia, independentemente do resultado que você tenha alcançado, bom ou ruim, a revisão é bastante recomendada.

O pente fino na sua carteira todo fim de ano é um exercício saudável e que frequentemente leva a bons retornos no médio ou longo prazos. Ao analisar como alguns dos seus investimentos se moveram, é possível certificar-se de que a carteira permaneça alinhada com seus objetivos.

Para ajudar você nessa tarefa, selecionei as principais perguntas que você deve se fazer no momento em que estiver reavaliando sua carteira de investimentos. Vamos a elas!

  1. Há algum investimento que sofreu muito no ano ou que esteja volátil demais para permanecer na carteira nos próximos anos?

Algumas vezes, vender ou resgatar um investimento que está rentabilizando mal faz mais sentido do que mantê-lo na carteira na expectativa de recuperar as perdas no longo prazo. Mudanças no quadro econômico nacional ou mundial, reformulações nas equipes de gestão de empresas, entre outros, podem justificar a modificação de estratégia da sua carteira. Em casos assim, pode ser mais fácil recuperar as perdas migrando de produto do que mantendo a mesma seleção.

Para avaliar o retorno de um investimento, o ideal é que você sempre o compare com o seu benchmark – um índice de referência. Ações e fundos de ações tem como benchmark principal o Ibovespa. Títulos públicos e privados o CDI e fundos cambiais o dólar, por exemplo.

No entanto, se você montou uma carteira com objetivos de longo prazo, avalie cuidadosamente para não se desfazer de investimentos que estejam apresentando prejuízo, mas que têm potencial para recuperar e trazer ganhos futuros para sua carteira.

  1. Sua carteira de investimentos está balanceada?

A volatilidade que se faz presente em diferentes mercados provocou fortes e sucessivas altas e quedas durante todo o ano. Diante disso, não é incomum que uma carteira desenvolva uma inclinação em direção a um setor ou produto específico.

É o caso, por exemplo, de uma carteira que estava bem balanceada se desequilibrar quando a bolsa sobre muito e a concentração dos seus investimentos em renda variável acaba ficando bem maior do que a aconselhada para o seu perfil de risco. Nesse caso, é hora de rebalancear a carteira, reduzir os investimentos de renda variável e migrar para outros tipos, como renda fixa e câmbio.

Em 2014, quando a volatilidade foi especialmente alta, a concentração em um determinado ativo pode ter sido ainda maior.

  1. Seus investimentos são tão agressivos ou defensivos quanto você gostaria? 

Muita coisa acontece em um ano e os mercados podem se comportar completamente diferente do que era esperado. Com isso em mente, os investidores podem desejar ser mais defensivos ou agressivos do que os investimentos da sua carteira sugerem.

Analise com muito cuidado a estratégia que está adotando. Olhe para a sua carteira de investimentos como um todo para ter certeza que está alinhada com o seu perfil de risco. Desta forma, você vai descobrir se precisa ajustar os investimentos mais arriscados, reduzindo-os ou fazendo novos aportes. O mesmo vale para os produtos defensivos.

Concluindo

A revisão anual dos seus investimentos é uma tarefa que você deveria tornar uma rotina anual. Ao realizá-la, você pode descobrir que deseja manter seus investimentos exatamente do jeito que estão ou que é preciso alterá-los. O importante é que pratique essa rotina anualmente de maneira a maximizar os benefícios de uma carteira equilibrada e ajustando-a ao seu perfil de risco.

Bons investimentos em 2015 e caso precise de auxílio no momento de reavaliar sua carteira de investimentos, entre em contato comigo através do canal “Fale com a Sandra”, no site da Órama.

Escrito por

Consultora de investimentos da Órama autorizada pela CVM, CFP® e autora de diversos livros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s