Panorama Semanal 31/08/2015 até 04/09/2015*

Em mais uma semana de forte tensão na China, marcada também por notícias ruins no cenário interno, o dólar registrou sucessivas altas frente ao real e ultrapassou a casa dos R$ 3,80. Nesse movimento de aversão ao risco, a moeda americana acumula elevação de mais de 70% em 12 meses.

O envio do Orçamento de 2016 para o Congresso com previsão de déficit primário e as especulações sobre a saída do ministro Joaquim Levy do governo deram o tom do pessimismo, com maior probabilidade de o país perder seu grau de investimento.

A situação fez a presidente Dilma dizer, em público, que Levy não está isolado. Ela não descartou a volta da CPMF nem de qualquer outra fonte extra de arrecadação. No fim da quinta-feira, o Planalto desmentiu os boatos da saída do ministro.

Ao longo da semana, o câmbio foi pressionado ainda pela perspectiva iminente de alta de juros nos EUA. Por aqui, o Banco Central interrompeu uma sequência de sete altas na Selic e manteve a taxa básica em 14,25% ao ano.

No terreno produtivo, os números não foram nada animadores. A produção industrial encolheu 1,5% em julho, pior do que o esperado. É como se o patamar da produção no país tivesse regredido a níveis de maio de 2009.

No cenário externo, a China divulgou logo no início da semana dados de contração da atividade manufatureira em agosto, o que derrubou as bolsas em várias partes do mundo.

Um pequeno refresco veio no fim desta semana, por causa de um feriado de dois dias, que deixará a bolsa chinesa fechada até segunda-feira. Contribuíram positivamente dados sobre a recuperação da economia europeia e estímulos do Banco Central Europeu. O suspiro favoreceu, sobretudo, ações de empresas ligadas a commodities, como Vale e Petrobras.

Na seara política, um grupo de senadores e deputados entregou à Procuradoria Geral da República uma ação pedindo a saída de Eduardo Cunha da presidência da Câmara, por causa das denúncias no âmbito da Lava Jato.

E no Senado, foi aprovado o fim de doações de empresas para campanhas políticas, com texto diferente do que veio da Câmara. O projeto, que volta agora para os deputados, deve gerar polêmica no Congresso.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal da Órama.

O Ibovespa fechou a semana com queda de 1,83%. O dólar valorizou 7,82% e fechou cotado a R$3,86.

(*) Dados atualizados até 04/09 às 18h45min.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s