Os Personagens: O Recém-formado

Nos últimos dois meses tratamos, em posts diferentes, do perfil “O Universitário” e “O Trainee”. Agora, vamos falar sobre mais um perfil, o Recém-Formado.

Quem é?

Esse perfil é do jovem que acabou de se formar na faculdade e, portanto, está mais focado em sua carreira. Ele pode estar ainda na vida acadêmica, no início de uma pós-graduação, mas de qualquer forma sua vida começa a mudar.

Nesse momento da vida, deve ficar mais atento ao seu fluxo de caixa, de olho nos seus gastos, e ganhos. Pode pensar em sair da casa dos pais para ir morar sozinho, o que implica em custos maiores, o que requer um controle mais efetivo.

Seja como for, o potencial para investir é elevado. O tempo ainda está a seu favor!

Decisões

O Recém-formado já tem um salário mais alto e, ao mesmo tempo, consegue poupar mais e manter uma reserva maior para investimentos.

Pela sua idade, ainda pode ter um perfil de investidor mais agressivo, mesmo que em alguns casos a insegurança faça com que seja mais conservador.

É  o momento ideal para estudar o mercado, acompanhar, se familiarizar e ampliar seus horizontes de investimentos. No futuro, esse aprendizado fará toda a diferença!

Agora, ele pode começar a diversificar a sua carteira, escolhendo ativos com diferentes características, o que reduz o seu risco e aumenta sua rentabilidade.

Curva de Conhecimento dos Investimentosgrafico

A curva acima é muito conhecida no mundo dos negócios. Cria uma relação entre a quantidade de recursos disponíveis (eixo Y) e o nível de conhecimento das pessoas (eixo x). O ideal seria que todos se encaixassem ao longo da curva, porém existem os casos extremos (A e B).

  • A – é uma pessoa que tem muitos recursos disponíveis, mas não tem o conhecimento ideal para investir.
  • B – a pessoa tem todo o conhecimento sobre o assunto, mas não tem os recursos disponíveis para atuar no mercado da forma adequada.

Já o recém-formado, com a busca pelo conhecimento e a vontade de investir, consegue alcançar o equilíbrio perfeito para fazer o melhor investimento possível.

É importante que esse investidor, ao começar sua diversificação, mantenha 10% de seus investimentos em ativos mais arriscados, como ações ou fundos de ações. Assim, vai aprender mais sobre o mercado e suas oscilações.

Deve fazer também uma reserva para emergências, é o momento de começar essa constituição. Esse investimento deve ser de seis vezes os seus gastos mensais, para que, se necessário, ele tenha tranquilidade por um período de seis meses.

Dicas:

Para a constituição dessa reserva, o ideal é aplicar em um fundo como o Órama DI Tesouro Master, que tem liquidez diária e o gestor especialista escolhe a compra dos melhores títulos. É um ativo com baixo risco e boa rentabilidade.

A Órama disponibiliza diversos recursos para te ajudar a maximizar os resultados:

Ferramentas: ajudam o cliente a encontrar o produto certo para o seu perfil.

– Blog e e-book: conteúdo prático, didático e educativo para aprender sobre produtos financeiros e as principais tendências do mercado.

Qualquer dúvida, mande um e-mail pra gente! blog@orama.com.br

Bons Investimentos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s