Os Personagens – O Recém-Casado

Você está disposto a encarar as finanças como uma tarefa em equipe?

Continuando a saga “Os Personagens”, hoje vamos falar do “Recém-Casado”, que após sair da faculdade (“O Universitário”), ingressar no mercado de trabalho (“O Trainee”) e construir uma carreira mais sólida (“Recém-Formado”), está disposto a dividir o teto e formar uma família.

Quem é?

O recém-casado é o jovem que se formou na faculdade, em geral, já fez a pós-graduação, tem emprego estável e está constituindo o patrimônio. Conheceu a(o) parceira(o) ideal e deseja compartilhar a vida com ela (ele). Seu objetivo agora é começar a construir uma família.

Decisões

Muitos casais investem horas planejando o casamento dos sonhos, mas esquecem de planejar como vão garantir o futuro financeiro do casal.

O casamento representa mais do que a união de duas pessoas. Podemos até compará-lo a um business: se as finanças não se sustentarem, o negócio pode quebrar. Como os recém-casados geralmente são jovens, sem muitos recursos, cada real é de extrema importância.

É cada vez mais comum que os casais paguem eles mesmos pela festa de casamento, em vez de seus familiares, o que era muito comum há alguns anos. Muitos deles já possuem uma casa equipada antes de casar e preferem ganhar dinheiro no lugar de presentes de casamento. Apesar dessa prática não ser vista com bons olhos pelas gerações anteriores, hoje é muito comum.

Alguns casais gastam rapidamente o dinheiro que ganham no casamento e, quando se dão conta, estão enrolados com dívidas e problemas financeiros. Por isso, sempre que receber algum dinheiro, a melhor opção é quitar as dívidas ou investir para ajudar no início da vida a dois.

Em geral, os recém-casados têm começado essa nova fase com alguma dívida, dadas as facilidades dos cartões de crédito e dos parcelamentos. Empréstimos, contas de casa, plano de saúde, parcela do apartamento, entre outras despesas, combinadas com os gastos do casamento podem virar um transtorno.

Por isso, o melhor é se planejar para conseguir pagar as contas, comprar ou trocar o carro, tirar férias de vez em quando, começar a pensar nos filhos e, por que não, na aposentadoria, principalmente os autônomos e profissionais liberais. A aposentadoria parece ainda estar tão distante, mas o quanto antes começamos a dar importância para ela, menor será o esforço empregado.

O recém-casado pode iniciar seus investimentos aplicando num Fundo como o Órama Inflação, que possui liquidez diária, pois atende às necessidades de emergências e também proporciona bom rendimento no médio e longo prazos.

O Sparta Top também é uma aplicação indicada. De baixo risco, protege ao mesmo tempo que valoriza o patrimônio.

Todavia, todo jovem deve pensar em ter algum investimento de maior risco, com o objetivo de obter alto retorno no longo prazo. Nesse caso, um Fundo de Ações como o Órama JGP Equity é uma ótima escolha.

Qualquer dúvida, envie para o nosso e-mail: blog@orama.com.br

Bons investimentos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s