Como investir com pouco dinheiro e se proteger da inflação

Nem bem começou o ano e já sobram más notícias na área econômica. Além do susto com os valores de IPVA, IPTU, material escolar e energia elétrica, que nos assombram todo verão, somos perseguidos por efeitos nebulosos de problemas com China, petróleo, dólar… Uma taxa de inflação de 7,23% no Brasil este ano é a mais recente projeção do mercado financeiro, divulgada nesta segunda-feira. O percentual está ainda mais elevado que o da semana anterior e acima da meta estipulada pelo governo.

Num cenário como este não dá para ficar de espectador. É preciso fazer algo, pelo menos para resguardar nossos recursos. Como, então, se proteger da inflação e dos efeitos perversos previstos para a economia brasileira este ano? A dica hoje não é só para quem tem dinheiro de sobra, mas também para aqueles que conseguem, com muito esforço, juntar um pouquinho, após pagar todas as contas e as dívidas. Em resumo, como investir com pouco dinheiro?

O primeiro passo é fazer um planejamento financeiro. Quanto sobra por mês e o que você deseja obter com o valor investido são as perguntas que deve responder. Esse passo vai permitir que o investimento seja adequado ao seu perfil e objetivos.

A partir daí, são diversas as opções a serem consideradas, exceto a poupança, acredite. A tradicional caderneta rende menos que a inflação. Isso significa que ela não assegura seu poder aquisitivo ao longo do tempo. Mau negócio.

A seu favor, a poupança tem a liquidez diária e é garantida pelo FGC (um fundo que garante o dinheiro ao investidor em caso de problemas com a instituição financeira). Só que, atualmente, é possível obter liquidez diária em produtos mais rentáveis, como fundos de investimento. Quanto à garantia, há diversos produtos de renda fixa cobertos pelo FGC, até R$250 mil por CPF e por emissor.

Um outro ponto é que não há valor mínimo para aplicar na poupança. Mas, com a diversificação do mercado, isso também não é mais um problema. As aplicações mínimas nas  distribuidoras são bem acessíveis ao público em geral.

Vamos, então, ao que interessa. Como investir com pouco dinheiro? Em duas palavras: renda fixa. A Órama tem, todos os dias, um cardápio de títulos com rentabilidade de até 1,50% ao mês e liquidez diversa. São produtos de excelente rentabilidade e garantidos pelo FGC. O mínimo é R$ 1.000. Você pode dobrar o capital investido. Para qualquer perfil de investidor.

Outras duas ótimas alternativas são os fundos de investimento. Neste momento, o Órama DI Tesouro Master (perfil conservador) e o Órama Inflação (perfil moderado) têm se mostrado produtos excelentes, com um mínimo de R$ 1.000 para entrar e liquidez diária.

Se ainda restou alguma dúvida, se você deseja uma orientação personalizada e outras dicas, basta entrar em contato com nossa equipe de consultores por email, chat ou telefone. O site da Órama oferece ainda uma super ferramenta onde você preenche rapidamente quatro campos: idade, valor que deseja investir, perfil do investimento e  prazo de resgate. O simulador, então, monta uma carteira de investimentos ideal, de acordo com seus dados.

O importante, neste momento, é não perder tempo, porque dinheiro parado simplesmente não rende. E com a inflação avançando, ele perde valor. É preciso se proteger.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s