As oportunidades do “abre e fecha”

Você sabia que, muitas vezes, os fundos de investimento fecham para novas aplicações? E que esses mesmos fundos, tempos depois, podem reabrir, gerando excelentes oportunidades?

Este é o caso do fundo Garde D’Artagnan, que fechou para aplicação em agosto de 2016. A boa notícia é que o fundo reabriu. A estimativa do gestor é que ficará aberto para investimentos até o dia 31 deste mês. Mas pode fechar antes disso, caso atinja o patamar de R$ 3,5 bilhões de patrimônio.

O Garde D’Artagnan fechou, em agosto passado, porque atingiu o patrimônio de R$ 2,5 bilhões. Em alguns momentos, um bom gestor pode decidir fechar um fundo para novas aplicações quando o produto atinge determinado teto. O objetivo é manter o nível de eficiência da gestão, garantindo a qualidade dos investimentos realizados e a entrega de bons resultados aos cotistas.

O fundo Garde D’Artagnan apresenta um excelente histórico, desde que foi lançado em dezembro de 2013. Acumula rentabilidade de 148% do CDI desde o início (até 16/1/2017). Ao longo desse período, o gestor conseguiu aproveitar bem as oportunidades nos mercados de juros e câmbio.

“O Garde é uma excelente escolha para os investidores de perfil de risco moderado e com horizonte de investimento de médio ou longo prazo. A flexibilidade que o gestor tem para escolher os ativos e operar de acordo com o que o mercado oferece de melhor é uma grande vantagem. Os bons resultados nos mostram isso”, afirma a consultora de investimentos da Órama, Sandra Blanco.

Adam Macro II
Um outro fundo que deve fechar em breve é o Adam Macro II. A previsão é que isso ocorra até março deste ano. O fundo está com uma captação acelerada desde o seu início, e o gestor informou que existe um potencial de fechamento até o segundo trimestre de 2017, quando deve atingir R$ 9 bilhões sob gestão.

Com início em abril de 2016, momento de turbulência política e econômica no Brasil, o Adam encerrou 2016 com R$ 6,65 bilhões sob gestão, uma das maiores captações de um gestor independente no espaço de oito meses. De abril a dezembro, o retorno foi de 16,47%, ou seja, 178% do CDI. A aplicação mínima é de R$ 50 mil.

“O Adam Macro II é voltado para investidores com perfil moderado, com horizontes de médio e longo prazos. O fundo, com gestão de Marcio Appel, atua no mercado internacional, de olho nas tendências dos juros, moedas e bolsas”, avalia Sandra.

Tanto o Garde quando o Adam são duas opções interessantes de investimento, pois são fundos com históricos consistentes, de gestores experientes.

Para saber mais sobre os fundos clique aqui e aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s