Fechamento Mauá Macro

Por que aplicar no Mauá Macro?

Mais um fundo está entrando para o rol dos fundos fechados, a exemplo do Verde e do Adam Macro, entre outros. Só este ano, três fundos de peso já fecharam, contando com o Garde D’Artagnan, que reabriu para novas aplicações por um curto período, mas já retornou à condição de fechado. Se você não conseguiu aplicar em nenhum desses fundos, não tem problema. Ainda dá tempo para investir no Mauá Macro, o próximo a ser fechado para novas aplicações.

Demanda por Fundos Multimercado Macro

Ao contrário do que aconteceu em 2015, a indústria de fundos registrou captação líquida positiva em 2016 e alcançou o patrimônio de R$ 3,416 trilhões.

Com os bons resultados dos fundos multimercado reportados no fim do ano passado, rentabilidades que ultrapassaram 20% e o início do ciclo de redução de juros, o ingresso de recursos nessa categoria de fundos se avolumou. Só no primeiro bimestre de 2017, o patrimônio líquido dos fundos multimercado, que representa 19,4% da indústria, cresceu em R$ 10,6 bilhões.

Estratégias dos Multimercado Macro

Os fundos dessa categoria, assim como o Mauá Macro, operam principalmente nos mercados de juros, câmbio e ações no Brasil, mas também podem aplicar um percentual do patrimônio no exterior. Dessa forma, dada a alta liquidez desses mercados, existe um universo quase infinito de possibilidades de investimentos para esses fundos.

Porém, em função da limitação de recursos, seja de ativos ou de capital humano, algumas casas optam pelo fechamento para novas captações quando o fundo atinge determinado patrimônio líquido.

Qual o propósito do fechamento para novas aplicações?

O objetivo do fechamento é conseguir manter os cotistas satisfeitos com os resultados, sem mexer na estrutura atual, ou seja, com a mesma equipe, operando nos mesmo mercados de sempre e com o mesmo nível de risco. Foi isso que decidiu a equipe da Mauá quando informou que vai fechar o fundo assim que o patrimônio alcançar R$ 1,1 bilhão.

No caso do Mauá Macro, será uma parada tática. Pretendem aumentar o time de gestão e expandir a atuação no mercado internacional, para voltar a abrir o fundo.

Gestão experiente

A gestão do fundo, desde o lançamento, em agosto de 2003, sempre foi de Luiz Fernando Figueiredo, que também foi sócio fundador da Gávea Investimentos, com Armínio Fraga. Sua experiência ainda é chancelada pela passagem pelo Banco Central de 1999 a 2003. Atualmente, é diretor da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Após um histórico sólido de dez anos e um ano ruim em 2014, a Mauá entendeu que era o momento de se reorganizar. Luiz Fernando Figueiredo passou a CEO e membro do Comitê de Investimento, com Júlio Araújo e Eduardo C. Lopes, que também carregam uma boa bagagem, com experiência em tesourarias de diversas instituições. A Gestão dos Fundos Multimercado foi assumida por Luís Alberto Garcia e conta com mais três gestores especialistas.

Pontos fortes

O Fundo busca retorno de CDI + 5% ao ano, com risco moderado (volatilidade entre 5% e 6%).

O Mauá Macro apresenta um excelente histórico desde a reestruturação da equipe em dezembro de 2014. Em 2015, o retorno foi de 16,71%, equivalente a 126% do CDI. Em 2016, foi melhor ainda, 29,35% contra o CDI de 14,05%, ou seja, 209% do CDI. Ficou entre os 5% mais rentáveis da categoria.

Nos últimos 12 meses, acumula 204% do CDI (até o fechamento de fevereiro). As janelas de 18 e 24 meses também apresentam excelentes retornos. A média anual nos últimos 3 anos é de 16,54% (até fechamento de fevereiro). Ao longo desse período, os gestores conseguiram extrair bons ganhos, sobretudo nos mercados de juros e câmbio.

Resumindo

O Mauá Macro é indicado para quem quer maximizar os rendimentos e entende que aplicar em fundos é uma boa escolha, pois é um investimento diversificado. A gestão é feita por profissionais que escolhem os ativos com maior potencial de valorização e possuem tecnologia sofisticada para fazer o controle de risco. A Mauá Capital é uma casa consolidada; com sua nova configuração, os resultados ficaram ainda mais atraentes.

O fundo pode fechar a qualquer momento, fique de olho.

Escrito por

Consultora de investimentos da Órama autorizada pela CVM, CFP® e autora de diversos livros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s