Decisão no STF e os destaques da semana

Panorama Semanal de 19 a 23 de março

Decisão no STF sobre Lula, escândalo no Facebook, alta de juros nos EUA, redução de juros no Brasil, guerra comercial, apagão… O noticiário da semana foi agitado e polêmico.

Um dos principais fatos noticiados no país foi a decisão, na última quinta-feira, do Supremo Tribunal Federal de aceitar julgar o pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até que o habeas corpus seja julgado pelo STF, no dia 4 de abril, o ex-presidente não pode ser preso.

Independentemente do STF, na próxima segunda-feira, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), que condenou Lula em janeiro, vai julgar os recursos impetrados pela defesa do ex-presidente.

Em meio aos debates jurídicos da semana, ganhou forte repercussão o desentendimento no Supremo entre os ministros Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes.

No exterior, o destaque foi o escândalo envolvendo eleições e privacidade de dados no Facebook. A empresa de Mark Zuckerberg é suspeita de uso ilícito de informações de usuários por uma consultoria política. As ações do Facebook despencaram. EUA e Europa começaram a tomar medidas judiciais e a exigir explicações sobre a irregularidade.

Na economia, o Fed, banco central americano, elevou os juros do país, para 1,5% e 1,75%. E sinalizou que haverá pelo menos mais duas altas este ano. O pressuposto é que os cortes de impostos realizados devem acelerar a economia e, consequentemente, a inflação.

Na área comercial, houve pessimismo e tensão devido a medidas protecionistas dos EUA nas transações com a China. As medidas são a faísca de uma guerra comercial entre as duas potências; o país oriental deverá reagir à altura. O pacote americano representa cerca de US$ 60 bilhões em tarifas sobre as importações oriundas da China.

Já em relação à sobretaxa no aço e alumínio, uma boa notícia para o Brasil: o país está isento, por ora, das novas tarifas impostas por Donald Trump recentemente. Argentina, México e outros países também ficaram de fora a lista.

Ainda no cenário externo, destaque para a renúncia do presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, acusado em escândalo de corrupção que envolve a Odebrecht.

No Brasil, com a inflação sob controle (o IPCA-15 registrou 0,10% em março), o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, reduziu a taxa Selic de 6,75% ao ano para 6,5% ao ano – a menor taxa de juros da história. Novos cortes estão no radar.

E um apagão de grandes proporções atingiu vários estados do país, sobretudo do Norte e Nordeste, na quarta-feira. As autoridades afirmaram que não há riscos de abastecimento.

A “guerra comercial” EUA-China mexeu com os mercados. No pregão desta quinta-feira, o Ibovespa recuou 0,25%, para 84.767 pontos. E o dólar fechou em alta de 1,27% ante o real, cotado a R$ 3,31.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

*Dados atualizados até o dia 23/3, às 10h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s