Inflação e os destaques da semana

Inflação em alta, produção industrial em queda, acordo entre Boeing e Embraer, prisão de ministro e presidenciáveis na CNI. Tudo isso em uma semana “espremida” entre dois jogos do Brasil na Copa da Rússia, com o feriado americano de 4 de julho no meio do caminho.

A inflação medida pelo IPCA, divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE, acelerou para 1,26% em junho, puxada pelos custos da energia e impactos da greve dos caminhoneiros. É o maior percentual desde 1995. Em 12 meses, o IPCA ficou em 4,39%. A meta para 2018 é de 4,5%.

Por falar em variação de preços, a Petrobras anunciou o aumento de 4,4% do preço do gás de botijão. Gasolina e GLP industrial também foram reajustados.

Outro indicador que sofreu forte impacto, já esperado, da greve, foi a produção industrial em maio. A queda, de acordo com o IBGE, foi de 10,9% em relação a abril. É o maior recuo desde dezembro de 2008. Já em comparação a maio do ano passado, a produção industrial caiu 6,6%.

No Congresso, a comissão especial que avalia a tabela de preços mínimos para o frete rodoviário aprovou, nesta quarta-feira, o relatório favorável à medida provisória que estabelece o tabelamento – uma das reivindicações dos caminheiros para encerrar a greve e que vem gerando polêmica com o setor agrário.

Na quinta-feira, saiu do forno o novo regime de incentivos fiscais ao setor automotivo, o Rota 2030, que beneficia empresas que investirem em P&D. A renúncia fiscal estimada é de R$ 1,5 bilhão.

O grande destaque da semana, na área de negócios corporativos, foi o anúncio do acordo entre as gigantes Boeing e Embraer. A Boeing vai desembolsar US$ 3,8 bi por 80% de uma nova empresa que será formada no ano que vem. Os investidores esperavam a concretização ainda este ano. Os papéis das Embraer caíram cerca de 15% no pregão de quinta-feira.

No âmbito das denúncias, prisões, Lava Jato e afins, destaque para o afastamento do ministro interino do Trabalho, Helton Yomura, como resultado de operação da PF que investiga concessão fraudulenta de registros sindicais. Yomura pediu demissão.

E, por decisão do ministro do STF Dias Toffoli, foi retirada a tornozeleira eletrônica do ex-ministro José Dirceu.

Na CNI, repercutiram propostas apresentadas por presidenciáveis. Jair Bolsonaro, por exemplo, criticou o STF e afirmou que haverá generais nos ministérios, caso se eleja. De acordo com a imprensa, ele terá um vice do PR. Ciro Gomes defendeu controle cambial. Marina Silva ressaltou a ação do Estado. Os três destacaram mudanças na reforma trabalhista. Geraldo Alckmin propôs redução do Imposto de Renda de empresas.

Lá fora, segue a tensão quanto à guerra comercial entre China e EUA. A sobretaxa americana está prevista para entrar em vigor nesta sexta-feira.

Nos EUA, foco na ata do Fed e nos dados de emprego do setor privado, onde foram abertas 177 mil vagas, número abaixo da expectativa.

Assim, no fechamento desta quinta-feira, o Ibovespa fechou em queda de 0,25%, aos 74.553 pontos. Já o dólar comercial, apesar da menor aversão ao risco lá fora durante a semana, encerrou o dia em alta de 0,53%, cotado a R$ 3,93.

Obrigada, bom jogo, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s