Diferença menor nas pesquisas eleitorais e os destaques da semana

Panorama Semanal de 22 a 26 de outubro*

Os resultados das últimas pesquisas de intenções de voto revelaram uma diminuição da distância entre os candidatos Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. Assim, o cenário eleitoral, prestes a se definir, ficou mais incerto. Pesquisa Datafolha divulgada na quinta-feira deu Bolsonaro na liderança com 56% e Haddad com 44%. A diferença caiu seis pontos percentuais em relação ao último levantamento. Dados do Ibope mostraram tendência similar e registraram Bolsonaro com 57% e Haddad com 43%.

No início da semana, repercutiu bastante o polêmico vídeo de Eduardo Bolsonaro sobre fechamento do Supremo Tribunal Federal – que levou o próprio candidato à Presidência a repreender o filho deputado.

Marina Silva divulgou seu apoio a Haddad, mas com “críticas”.

Manifestantes de ambos os lados foram às ruas.

Na economia, a inflação medida pelo IPCA-15 subiu para 0,58% em outubro, de acordo com dados do IBGE. Foi a maior alta desde 2015 para meses de outubro.

E o mercado de trabalho formal registrou a criação de 137,3 mil postos em setembro, no melhor resultado em cinco anos para um mês de setembro. As informações são do Caged, do Ministério do Trabalho.

Lá fora, não bastasse a tensão com o caso do assassinato do jornalista saudita e o temor de desaceleração com a economia global – em um momento de guerra comercial -, foi destaque na imprensa o envio de correspondências com explosivos para democratas nos Estados Unidos.

Além disso, instalou-se um início de crise entre a Rússia e os EUA na questão das armas nucleares, envolvendo a Otan. O presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu retirar o país do Tratado INF, de controle de armas. O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que a Rússia terá como alvo qualquer país da Europa que venha a abrigar mísseis nucleares americanos. A Otan tenta contornar a situação.

O mercado brasileiro seguiu a tendência de correção nos mercados globais, que vinham mal no início da semana. Assim, no pregão desta quinta-feira, o dólar fechou em queda de 1,17%, cotado a R$ 3,704. A recuperação do câmbio atingiu a maioria das moedas dos emergentes. O Ibovespa teve alta de 1,23%, para 84.083 pontos.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

*Dados atualizados até o dia 26/10, às 10h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s