O novo presidente do Banco Central e os destaques da semana

Entre os nomes confirmados para participar do governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro, um dos destaques é o de Roberto Campos Neto, para presidir o Banco Central, após recusa de Ilan Goldfajn de permanecer no cargo. Declaração de Bolsonaro sobre a Reforma da Previdência, afirmando que não deve ser votada no Congresso este ano, também gerou forte repercussão na imprensa e nos mercados.

Além de Roberto Campos Neto, executivo do Santander, esta semana confirmaram que farão parte do novo governo, entre outros: Fernando Azevedo e Silva (Defesa); Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Joaquim Levy (BNDES). Mansueto Almeida se mantém como Secretário do Tesouro Nacional. Ivan Monteiro e Nelson de Souza devem permanecer em seus cargos de presidentes na Petrobras e na Caixa, respectivamente.

Quanto à extinção do Ministério do Trabalho, Bolsonaro recuou, mas afirmou que sua estrutura será absorvida por outra pasta.

Em outra frente que foi polêmica durante as eleições, o presidente eleito, pediu desculpas por ter feito críticas às urnas eletrônicas.

Por falar em Justiça Eleitoral, o TSE deu prazo para que Bolsonaro explique inconsistências em contas de sua campanha, com suspeitas de irregularidades envolvendo gastos.

No âmbito da Lava Jato, o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi amplamente difundido, com a repreensão da juíza Gabriela Hardt, que ficou no lugar de Sérgio Moro.

No mundo corporativo, destaque para o prejuízo trimestral de R$ 1,6 bilhão da Eletrobras.

Outro resultado negativo foi o recuo de 1,3% nas vendas do varejo brasileiro em setembro.

Na área social, o grande assunto foi o fim da participação dos cubanos no programa Mais Médicos.

No exterior, quatro ministros britânicos renunciaram após o acordo sobre o Brexit, anunciado pela primeira-ministra Theresa May.

Assim, no pregão da última quarta-feira, o Ibovespa, que havia sido influenciado pelas notícias sobre a Reforma da Previdência no dia anterior, reagiu a partir dos novos nomes que integrariam o governo. O índice fechou em alta de 1,25%, aos 85.973 pontos. O dólar, por sua vez, recuou 1,25%, cotado a R$ 3,78.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

*Dados atualizados até o dia 16/11, às 9h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s