BC mantém Selic e os destaques da semana

Panorama Semanal de 10 a 14 de dezembro

Fim do ano se aproximando, mas as notícias não param. No cenário interno, a maior repercussão ocorre em torno do caso envolvendo o assessor de Flávio Bolsonaro, que teria movimentado valores incompatíveis com sua renda, de acordo com o Coaf. Sua ligação com a família Bolsonaro e poucos esclarecimentos vêm gerando estresse ao presidente eleito, Jair Bolsonaro.

A indicação de Ricardo Salles para o Ministério do Meio Ambiente foi outra história bastante polêmica da semana.

Bolsonaro foi diplomado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quando afirmou, em cerimônia, que será o governante de todos os brasileiros e pediu o apoio de seus opositores.

Na economia, destaque para a reunião do Copom, com a manutenção, pela 6ª vez, da Taxa Selic em 6,5% ao ano, o menor patamar da história.

Uma medida provisória que elimina a restrição ao capital estrangeiro nas companhias aéreas também repercutiu. Hoje, o limite de capital estrangeiro é de 20%.

No Congresso, a comissão especial que trata do fim do foro privilegiado aprovou o relatório da PEC que altera essa prerrogativa apenas para o presidente da República, o vice-presidente, o presidente da Câmara, o presidente do Senado e o presidente do STF. Atualmente, mais de 50 mil autoridades têm direito a foro privilegiado.

Também em comissão da Câmara, foi arquivado o projeto da Escola sem Partido.

Lá fora, os assuntos relevantes continuam sendo guerra comercial entre EUA e China (com os países tentando alternativas), Brexit e crise francesa dos “coletes amarelos”. As tensões, com preocupações acerca do crescimento global, elevam a volatilidade dos mercados.

Na Grã-Bretanha, Theresa May saiu vitoriosa em votação no Parlamento britânico e permanece como primeira-ministra. Ela adiou a votação do Brexit.

Já o presidente francês Emmanuel Macron tenta conter a revolta interna com medidas como aumento do salário mínimo.

No Brasil, uma nota triste foi o caso do atirador na Catedral de Campinas, que resultou em mortos e feridos.

Numa semana que começou com forte queda nas bolsas e alta expressiva e contínua do dólar, houve algum refresco no pregão desta quinta-feira. O Ibovespa subiu 0,99%, para 87.837 pontos. O dólar, por sua vez, que havia cedido já na quarta-feira, voltou a subir, fechando em alta de 0,72%, a R$ 3,88.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

*Dados atualizados até o dia 14/12, às 9h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s