Ibovespa chega aos 99 mil pontos e os destaques do fim de semana

BRASIL

O Ibovespa rompeu a barreira dos 99 mil pontos, registrando nova máxima histórica aos 99.136,74 pontos. O índice valorizou 3,96% na semana. O principal fator para essa marca é o otimismo do mercado em relação à reforma da Previdência.

As ações de destaque foram BRF (BRFS3), com valorização de 7,08%, chegando a R$22,22. Em seguida, Embraer (EMBR3), com performance positiva de 5,11%, atingindo R$19,75.

O leilão de aeroportos também foi tema de destaque. Com domínio de estrangeiros, garantiu R$ 2,38 bi ao governo

O dólar fechou em queda frente ao real de 0,71% na sexta feira, a R$3,82, e assim encerrou a semana com desvalorização de 1,36%.

O Presidente Jair Bolsonaro e comitiva já estão nos EUA para estreitar relacionamento.

Nesta semana, haverá reunião do Copom, a primeira com o novo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que reitera “cautela, serenidade e perseverança”, que ancoraram as sinalizações da presidência anterior.

EUA

Os EUA tiveram a melhor semana desde novembro no mercado acionário. O índice de ações S&P500 teve performance positiva no último pregão de 0,50%, chegando a 2.822 pontos e acumulando 2,89% na semana. O índice de ações Nasdaq100, valorizou 0,88% e fechou a semana com alta de 4,15%.

O índice que mede o dólar frente demais moedas mundiais, o DXY, acumulou queda de 0,83% semana..

O FED divulgará as projeções econômicas norte americanas, juntamente com a taxa alvo de juros.

EUROPA

No último pregão, o principal índice da bolsa do bloco econômico Europeu, o Eurostoxx50, fechou em alta de 1,32%, chegando a 3.386 pontos. Na semana registrou valorização de 3,12%.

O MSCI WORLD, fechou o último dia útil da semana com alta de 0,59%, com alta semanal de 2,81%. Superando a queda de 2,16% de duas semanas atrás.

O acordo de Theresa May para saída do Reino Unido da União Europeia foi rejeitado novamente no Parlamento britânico, mas o divórcio sem acordo também não foi aceito.

Nesta semana, dados importantes serão divulgados, como número de desempregados e Índice de Preço do Consumidor na Grã Bretanha,

EMERGENTES

As exportações na China caíram 21% em fevereiro, em relação ao mesmo mês do ano passado. As importações caíram 5,2%. A celebração do ano novo pode ter efeito de distorção nos números, mas preocupa a queda do superávit da balança comercial chinesa.

A  economia da Turquia entrou em recessão no final de 2018. O PIB de 2,6% foi bem abaixo dos 7,4% registrado em 2017. A economia se ressentiu no ano passado com a desvalorização da lira, por causa das incertezas e ingerência política do banco central.

Dólar R$ 3,82 -0,71%
DI  Fut Jan/25 8,59% 0 pbs
Ibovespa 99.136 pts +0,54%
S&P500 2.822 pts +0,50%

Fontes: Valor, Bloomberg, The Wall Street Journal, Reuters, The Economist, The Guardian, G1

As informações contidas nesse material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser
interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro,
investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s