Dólar acima de R$ 4 e os destaques da semana

Panorama Semanal de 13 a 17 de maio*

Dólar acima de R$ 4 e bolsa recuando para perto dos 90 mil pontos. Os indicadores de mercado refletiram turbulências no Brasil e no mundo. Lá fora, retaliação comercial da China contra os Estados Unidos. Por aqui, manifestações na Educação, alta do desemprego e quebra de sigilo de Flávio Bolsonaro, em um clima de desavença política generalizada. Esses foram alguns dos principais destaques da semana, que não teve grandes avanços na tramitação da Reforma da Previdência.

A China vai elevar suas tarifas sobre produtos americanos, atingindo cerca de US$ 60 bilhões em produtos. A medida, uma retaliação sobre a alta implementada pelos Estados Unidos na semana anterior, aumenta a escalada de uma guerra comercial envolvendo as duas maiores economias globais, o que afeta o mundo todo. O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que pode haver ainda novas tarifas.

No Brasil, manifestações contra o contingenciamento na Educação reuniram milhares. O assunto dominou as redes sociais e a imprensa, gerou conflitos e polarizações. Em Dallas, onde foi receber polêmica homenagem, o presidente Jair Bolsonaro, disse que os problemas com os recursos públicos vêm de outros governos e que só viu faixas de “Lula Livre” nos protestos, onde havia “idiotas úteis”.

Na noite de quinta-feira, em live, pelo Facebook, Bolsonaro disse que pode rever a política de preços da Petrobras, caso isso não gere prejuízos à companhia.

Um indicador econômico importante, que repercutiu nas manchetes foi a taxa de desemprego medida pelo IBGE. A taxa avançou para 12,7% no primeiro trimestre, o que equivale a 13,4 milhões de desempregados. Bolsonaro disse que o IBGE está errado e que o número é maior.

O presidente também se pronunciou sobre a autorização de quebra dos sigilos bancário e fiscal do seu filho, o senador Flávio Bolsonaro. Segundo ele, é uma manobra para atingi-lo.

No STJ, a Sexta Turma concedeu liberdade ao ex-presidente Michel Temer. Em outra frente, delações de Henrique Constantino, dono da Gol, causam apreensão. Ainda na esfera do Judiciário, causou ruído a informação de que Bolsonaro indicará o ministro da Justiça, Sergio Moro, ao STF.

No pregão desta quinta-feira, o dólar fechou em alta de 0,97%, a R$ 4,035. O Ibovespa recuou 1,75%, para 90.024 pontos. As ações da Vale recuaram mais de 3% com alerta, pelo MP de Minas Gerais, de possível rompimento da mina Gongo Seco.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

*Dados atualizados até o dia 17/5, às 9h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s