Ibovespa recupera perdas da semana passada e os últimos destaques

BRASIL  

Segundo dia de forte alta do Ibovespa. O índice subiu 2,76%, recuperou o patamar de 94 mil pontos e as perdas acumuladas na semana passada. O movimento positivo no mercado internacional e a leitura de que a articulação política está fluindo melhor no Congresso, com mais chances de a reforma da Previdência ser aprovada, levou o mercado às compras novamente.

O dólar comercial recuou 1,39%, cotado a R$ 4,04.

O Centrão entrou em acordo para votar as duas medidas provisórias que corriam o risco de caducar nos próximos dias. A MP que acaba com as restrições ao capital estrangeiro nas empresas nacionais foi aprovada na Câmara dos Deputados. A medida provisória da reforma administrativa, a princípio, votará o texto na versão da comissão especial, com Coaf sob o comando do ministério da Economia. No entanto, muitos parlamentares passaram a apoiar a ideia de manter o órgão na pasta do juiz Sérgio Moro, no ministério da Justiça e Segurança Pública.

O presidente Jair Bolsonaro elogiou os parlamentares pelo empenho na tramitação das reformas. Durante o dia, ainda decidiu não participar das manifestações convocadas para domingo e sugeriu o mesmo aos ministros.

A Fictch manteve a nota de risco do Brasil como BB- e com perspectiva estável. Apesar das revisões das estimativas de crescimento do país para baixo, a agência classificadora contempla a aprovação da reforma da Previdência e de outras medidas para o equilíbrio das contas só país.

 

INTERNACIONAL

As principais bolsas dos três continentes fecharam em campo positivo, depois que Trump decidiu dar uma aliviada temporária para as empresas que fazem negócios com a gigante chinesa de tecnologia Huawei. O índice Nasdaq subiu 1,08%.

Os investidores seguem com cautela e o VIX, índice de volatilidade, recuou para o menor nível nas última duas semanas.

Os títulos soberanos com vencimento em 10 anos seguem em alta. O rendimento das Treasuries foi negociado a 2,42%, os bunds alemães a -0,07% e  os títulos do Japão a -0,056%.

A primeira-ministra britânica vai tentar pela última vez aprovar o Brexit no Parlamento. Prometeu poder chamar um novo referendo, o que vinha evitando até o momento. A oposição já se manifestou contra. A libra esterlina caiu, cotada a US$ 1,2682.

As bolsa na Europa oscilam, os futuros nos EUA apontam para baixo após uma sessão mista na Ásia, com os investidores ainda escrutinado os impactos do confronto comercial entre EUA e China no crescimento global e na cadeia de fornecedores.

As eleições no Parlamento da União Europeia acontecem nos próximos dias,  23 a 26.

Dólar R$ 4,04 -1,39%
DI  Fut Jan/25 8,59%    -18 pbs
Ibovespa 94.484 pts +2,76%
S&P500 2.864 pts +0,85%

Fontes: Valor, Bloomberg, The Wall Street Journal, Reuters, The Economist, The Guardian, Sputnik

As informações contidas nesse material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s