Como funciona o Come-Cotas?

Você já ouviu falar em come-cotas? Esse nome pode assustar quem quer investir em fundos, mas é apenas um imposto que incide sobre os rendimentos.

O sistema do come-cotas é uma forma de a Receita Federal tributar os rendimentos que você acumulou ao longo de um semestre em um fundo de investimento. Esse sistema de recolhimento acontece duas vezes por ano, sempre no último dia de novembro e de maio. Para os investidores, a prática é desvantajosa, porque é uma  antecipação do imposto, que diminui o capital. Sem a antecipação, o dinheiro poderia estar proporcionando mais rendimento para você.

Para acabar com as dúvidas dos nossos leitores, vamos explicar neste artigo, detalhadamente, como funciona o chamado come-cotas. É importante conhecer este imposto para investir sem ter surpresas no futuro. Vem com a gente!

Fundos de investimento

No caso dos fundos de investimento, a tributação varia de acordo com a classificação de cada fundo. Entenda:

Fundos Multimercado, Referenciados, Renda Fixa

A tributação dos fundos multimercado, referenciados e renda fixa é bem diferente da tributação dos fundos de ações. Pra começar, podemos citar que esses fundos recolhem IOF se o prazo das aplicações for inferior a 30 dias, o que os torna menos atrativos para investimentos de curtíssimo prazo.

Como funciona a tributação?

Quanto maior o tempo que o dinheiro ficar aplicado, menor é a alíquota do IR sobre os rendimentos e ganhos de capital. Por exemplo:

  • Em aplicações com menos de seis meses, a alíquota é de 22,50%;
  • Caso o dinheiro fique investido por um período superior a seis meses e inferior a um ano, a alíquota é de 20%;
  • Já em aplicações superiores a um ano e inferiores a dois, o imposto é de 17,50%;
  • E, para aplicações com prazos superiores a dois anos, paga-se 15% de IR.

Ou seja, a alíquota de imposto de renda que incide sobre estes fundos é regressiva,  inversamente proporcional ao tempo em que se mantém a aplicação.

No entanto, é importante ressaltar que o imposto, assim como no caso de fundos de ações, incide sempre sobre os rendimentos obtidos e não sobre o principal investido.

No caso dos fundos de renda fixa de curto prazo (títulos com vencimentos inferiores a um ano), só há duas alíquotas:

  • Para aplicações com menos de seis meses: alíquota de 22,50%
  • Para períodos acima de seis meses: alíquota de 20,00%.

É importante destacar que os fundos multimercado, referenciados e renda fixa têm resgate de IR antecipado compulsório, justamente o chamado come-cotas. Semestralmente, no último dia de novembro e de maio, é inferido um percentual de 15% sobre os ganhos realizados no período e, no caso dos fundos de curto prazo, de 20%. Vale ressaltar que, quando o investidor acessa o resultado do seu fundo, ele já visualiza o resultado líquido, descontado o imposto.

Fundos de Ações

Sobre os fundos de ações incide um único imposto sobre ganhos de capital: o IR (imposto de renda). O IR cobrado incide sobre os ganhos realizados com as aplicações, e a alíquota é de 15%. Por exemplo, caso você invista R$ 10 mil em um fundo e ele valorize 20% num determinado período, o imposto será cobrado sobre este ganho e será retido na fonte quando solicitado o pedido de resgate. Sendo assim, o valor que será creditado na sua conta após o resgate já será líquido de imposto.

Mesmo que você deixe seu dinheiro aplicado por menos de 30 dias, nesta categoria de fundos não existirá cobrança de IOF. Nem o come-cotas.

Isentos de imposto

Atualmente, apenas LCIs e LCAs (letras de créditos imobiliários e agrícolas), fundos imobiliários e a caderneta de poupança são isentos de imposto de renda para pessoas físicas. Todos os outros produtos financeiros são tributados.

Exigência da Receita Federal

O come-cotas não é uma opção da Órama. Trata-se de um sistema de antecipação de imposto de renda que obedece às exigências da Receita Federal (Instrução Normativa 1022/10). Com isso, todas as instituições financeiras recolhem o imposto.

A desvantagem do come-cotas é que, com ele, o potencial dos juros compostos é reduzido. Quando não há antecipação de imposto, como nos fundos de ações e também nos planos de previdência, o valor líquido resgatado tem condições de ser maior.

Contudo, não veja o come-cotas como um obstáculo para investir em fundos! Muitos fundos, inclusive os que têm come-cotas, apresentam ótimos resultados líquidos.

Entendeu?

Caso ainda tenha dúvidas ou queira ajuda para escolher a aplicação ideal para você, entre em contato com a gente através dos nossos canais de Atendimento ou acesse nosso site para saber mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s