Memória e paciência

“Precisamos é focar no que importa e perseverar com uma agenda transformadora. Muita memória, para não nos esquecermos dos erros que nos trouxeram ao estágio atual, além de um pouco de paciência, até que o ajuste prospere e renda frutos”.

Nosso economista Alexandre Espirito Santo está otimista com a economia brasileira. Quer entender essa história? Leia a mais recente coluna no portal Valor Investe.

Deixe uma resposta