Medida Provisória da Liberdade Econômica é aprovada e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO

Com a aparente trégua na guerra comercial entre EUA e China, o Ibovespa fechou em alta de 1,36% indo para 103.299 pontos. O dólar comercial também reagiu caindo 0,73% a R$ 3,9544. E em clima de maior cautela, no fim da sessão regular, o DI janeiro/2025 anotou taxa de 6,85%, diante dos 6,88% no ajuste anterior,.

Sobre a reforma tributária, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o ministro da Economia Paulo Guedes, conversaram sobre o pacto federativo. A ideia, segundo Alcolumbre, é descentralizar os recursos dando mais autonomia os estados, “é fazer com que Estados e municípios possam ter mais recursos para fazer posto de saúde, fazer rodovia, fazer estrada, comprar medicamento. (Poder 360)

A Câmara dos Deputados aprovou na madrugada a Medida Provisória da Liberdade Econômica. Ainda serão analisados 17 requerimentos, no dia de hoje, que podem alterar trechos do texto-base aprovado. Em seguida, o texto segue para votação no Senado. A MP já está em vigor mas a aprovação precisa ser finalizada até o dia 27 para não perder a validade. (G1)

Essa medida está sendo chamada também de “minirreforma trabalhista” por prever um conjunto de mudanças na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e outras legislações. (Nexo / (UOL / Poder 360)

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), órgão responsável pela fiscalização disciplinar de promotores e procuradores,  a pedido de dois conselheiros, desarquivou um procedimento contra o procurador Deltan Dallagnol com relação às mensagens de Telegram publicadas pelo The Intercept Brasil. (Folha)

Em São Paulo, manifestantes bloqueiam a Avenida Paulista em ato em defesa da educação e contra a reforma da previdência.  (G1)


OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Os mercados reagiram bem ao anúncio do governo americano de adiar de 1º de setembro para 15 de dezembro a taxa extra de 10% sobre certos produtos chineses, como celulares, computadores, consoles de videogame, brinquedos, monitores e alguns itens de vestuário e calçados. Com isso, as bolsas na Europa e na EUA reagiram e fecharam no azul. O S&P 500 subiu 1,48%, para 2.926,32 pontos. (Valor)

Se no âmbito externo as questões entre China e EUA tiveram um dia de respiro, as questões domésticas continuam na pauta do XI Jinping. Após o segundo dia seguido de bloqueio ao aeroporto internacional de Hong Kong, agentes da política investiram contra manifestantes. Até a ONU se pronunciou nesta terça-feira sobre o caso. A organização emitiu um comunicado conclamando o Governo de Hong Kong a atuar com moderação e a investigar a atuação de suas forças de segurança, que no domingo reprimiram os protestos “de um modo contrário à legislação internacional”.  (El País)

Na Argentina, o Merval, o índice de referência da Bolsa de Buenos Aires, teve alta de 10,66% e recuperou-se parcialmente da queda de 38% da segunda-feira. O JP Morgan, por sua vez subiu mais 222 pontos o risco-país da Argentina, chegando a 1689 pontos, a máxima dos últimos 10 anos. (Valor)

Uma explosão na Rússia causou a morte de pelo menos cinco pessoas e elevou o nível de radiação em 20 vezes. A agência nuclear russa (Rosatom) reconheceu que o acidente estava ligado a testes de “novas armas”. Alexey Likhachev, diretor da Rosatom, afirmou que “continuará o trabalho sobre esse novo tipo de arma que, sob qualquer circunstância, irá até o final”. (El País)

Nesta manhã, as bolsas na Ásia avançam com as notícias do dia anterior. Na Europa, os índices das principais bolsas recuam e o viés dos futuros das bolsas de Wall Street é negativo.


RESUMO DOS MERCADOS

Dólar Comercial

R$ 3,9544

-0,73%

DI  Fut Jan/25

6,85%

-3 bps

Ibovespa

103.299 pts

1,36%

S&P500

2.926 pts

1,44%


ÓRAMA NA MÍDIA

Você gosta de correr riscos? Ou é daqueles que fica na zona mais segura? Tem também o que fica no meio, nem lá nem cá. Neste vídeo, a gente explica os três perfis de investidor de acordo com a tolerância ao risco de cada um. Confira!

As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s