Receio de uma recessão global aumenta e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO 

O receio de uma recessão global foi renovado ontem com os dados fracos do mercado de trabalho nos EUA. Para complementar, as incertezas externas no Brasil, a redução da potência fiscal da Reforma da Previdência, aprovada em primeiro turno no Senado, aumentaram a aversão ao risco fazendo o Ibovespa ter uma queda forte de 2,90%, recuando para 101.031 pontos. Com esse sinal da desaceleração americana, o dólar comercial não se sustentou e desvalorizou frente a outras moedas. Aqui no Brasil, caiu 0,68%, cotado a R$ 4,1342. Já o contrato futuro de juros DI para janeiro de 2025 avançou e passou de 6,64% para 6,67%.

O Senado concluiu nesta quarta-feira (02/10) a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno. O texto-base foi aprovado por 56 votos a 19, mas o governo sofreu uma derrota com a derrubada do trecho que alterava a regra do abono salarial. Esse destaque reduziu a economia prevista em R$ 76,4 bilhões em 10 anos. (Pode 360)

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quarta-feira (02), por 7 votos a 4, que é direito de réus delatados apresentarem suas alegações finais por último, depois de delatores, obtendo, assim, o direito à ampla defesa nas ações penais. A decisão pode agora resultar na anulação de várias condenações da Lava Jato, que precisarão voltar para a primeira instância. (Poder 360)

A definição sobre para quais casos o novo entendimento poderá ser aplicado foi adiada para novo julgamento, que, a princípio, seria realizado hoje (03/10). Mas no final da noite de ontem, a assessoria de imprensa do presidente do STF, Dias Toffoli, comunicou que o julgamento não será adiado, porque não haveria quórum completo na sessão. A nova data será remarcada. (O Globo)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Nos EUA, os dados ruins da indústria europeia e da americana anunciados na terça (01/10), somados ao número também negativo da criação de novos postos de trabalho, derrubaram os índices em Nova York. O S&P 500 fechou aos 2,887.61 pontos com uma queda de 1.79%.

As empresas privadas nos EUA contrataram menos que o previsto em setembro e o ganho do mês anterior foi revisado mais baixo. De acordo com dados divulgados quarta-feira (02/10) pelo ADP Research Institute, foram criadas 135.000 vagas em setembro (a mediana das projeções da Bloomberg era de 140.000) e o número de agosto foi revisado de 195.000 para 157.000. Esse foi o menor avanço em três meses. A  perspectiva de uma economia mundial mais fraca e a prolongada guerra comercial com a China podem estar afetando as decisões de contratação, o que é um sinal negativo para os mercados americanos e globais de forma geral.  (Bloomberg)

Os Estados Unidos obtiveram aprovação do painel de arbitragem da Organização Mundial do Comércio para impor tarifas de importação de US $ 7,5 bilhões em produtos europeus. Essas tarifas são uma forma de retaliação ao fato da Airbus ter recebido subsídios ilegais da UE, o que é uma prática desleal de comércio. A contenda durava 15 anos. Em resposta, os Estados Unidos pretendem impor novas tarifas de 10% para aeronaves e 25% para bens agrícolas e industriais e outros bens europeus a partir de 18 de outubro. (Reuters) (Confira aqui a lista completa)

Os números econômicos mais recentes estão gerando preocupações de que uma desaceleração, que se restringia principalmente à indústria, possa estar se espalhando para o consumo, à medida que a guerra comercial EUA-China se arrasta. Esses temores aumentaram as apostas de que o Federal Reserve cortará as taxas de juros este mês. O foco agora se volta para os dados do PMI de serviços de quinta-feira e os dados das folhas de pagamento não-agrícolas na sexta-feira. (Bloomberg)

Com a divulgação de dados econômicos fracos na Europa e no Reino Unido nesta manhã, e mais números que podem desapontar saindo ainda hoje e amanhã, os mercados operam em baixa. Apenas os índices das bolsas americanas apontam para uma leve alta. 

RESUMO DOS MERCADOS 

Dólar Comercial R$ 4,1342 – 0,68%
DI Fut Jan/25 6,67% 3 bp
Ibovespa 101.031 pts – 2,90%
S&P 500 2.888 pts – 1,79%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s