Otimismo com acordo parcial entre EUA e China e últimos destaques

BRASIL EM FOCO

Em dia de otimismo com o acordo parcial entre EUA e China, as bolsas pelo mundo tiveram um pregão de ganhos. No Brasil, o Ibovespa subiu 1,98%, para 103.831 pontos. Na semana, acumulou alta de 1,25%. O dólar comercial, com a queda da aversão ao risco entre os investidores, fechou em baixa de 0,69%, vendido por R$ 4,0943, mas não foi o suficiente para apagar a alta acumulada na semana, de 0,95%. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025, caiu de 6,44% para 6,26%. Na semana, o fechamento dos juros foi de quase 40 base-points.

A nova estrutura de ponderação do IPCA, a ser incorporada a partir de janeiro de 2020, foi divulgada. O grupo Transportes vai se tornar o principal componente do Índice, respondendo por 20,8% do indicador. É a primeira vez que este grupamento supera Alimentação e bebidas, que agora participa com aproximadamente 19% da taxa. (IBGE)

Com o aval concedido pelo Banco Central, o Banco XP poderá atuar como banco múltiplo, com carteiras comercial e de investimento, e autorização para realizar operações no mercado de câmbio. A sede é no Rio de Janeiro e o capital social é de R$ 100 milhões. (Valor)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Na sexta (11), os investidores estavam de olho no encontro de alto escalão em Washington entre China e EUA. A perspectiva de acordo e novas fases de negociação impulsionou os índices americanos e o S&P 500 fechou em alta de 1,09%, aos 2.970 pontos, e acumulou na semana uma alta de 0,62%.

Os EUA e a China concordaram com os esboços de um acordo comercial parcial, que foi encarado como sendo a “primeira fase” de um acordo mais amplo, que poderia ser assinado no mês que vem. Como parte do acordo, a China intensificaria significativamente as compras de commodities agrícolas dos EUA, concordaria com certas medidas de propriedade intelectual e concessões relacionadas a serviços financeiros e moeda. Em troca, os EUA adiarão um aumento de tarifa na próxima semana. (Bloomberg) Segundo Trump, no Twitter, um ponto positivo que pode acelerar o processo de acordo é que o mesmo não depende de aprovação do Congresso.

O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, recebeu o Prêmio Nobel da Paz de 2019. Desde que assumiu o cargo, em  2018, ele iniciou uma verdadeira revolução democrática em seu país. Apoiou a presidência de Sahle-Work Zewde, a única mulher chefe de Estado na África, e nomeou um Governo paritário. Entre seus méritos estão a assinatura da paz com a Eritreia, após um amargo conflito de duas décadas, e a mediação decisiva no processo de transição no Sudão, que levou este ano a um acordo entre civis e militares. (EL País)

Hunter Biden, parte do epicentro do impeachment de Trump, disse que está deixando o conselho de uma empresa de private equity, apoiada pela China, e ainda promete renunciar a todo trabalho estrangeiro se seu pai, ex-vice-presidente dos EUA Joe Biden, for eleito presidente em 2020. (Bloomberg)

A semana abre com a China declarando querer uma nova rodada de conversação, antes de assinar a primeira fase do acordo com os EUA, no final de outubro. A bolsa na China registra avanço de mais de 1% e, no Japão, os mercados estão fechados, após a passagem do tufão. Na Europa, os índices operam em campo negativo e os futuros das bolsas de Nova York também estão recuando. O ouro sobe 0,5%, a US$ 1.496,24.

RESUMO DOS MERCADOS

Dólar Comercial R$  4,0943   – 0,69%
DI  Fut Jan/25 6,26%  – 13 bps
Ibovespa  103.831 pts  1,98%
S&P 500  2.970 pts  1,09%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s