Governo Federal anuncia Programa Verde e Amarelo e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO

O pregão de segunda-feira foi de ajustes de posições, tendo como pano de fundo as expectativas quanto à assinatura da primeira fase do acordo comercial EUA e China, a liberação de Lula e a frustração em relação ao resultado do leilão do pré-sal. Mesmo assim, o Ibovespa subiu 0,69% e encerrou na máxima do dia, 108.367 pontos. O dólar comercial negociado a R$ 4,1415, recuou 0,59%. Já a taxa do DI para janeiro de 2025 cedeu 5 pontos-base para 6,22%.

O presidente Jair Bolsonaro e mais 25 parlamentares do PSL vão se reunir para discutirem uma saída do partido de forma judicial. O encontro está marcado para às 16h desta terça-feira (12), no Palácio do Planalto. A ideia é articular a chamada saída por “justa causa” junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o que permitiria àqueles eleitos pelo voto proporcional (vereadores, deputados estaduais e deputados federais) driblarem a regra de fidelidade partidária e deixarem o PSL mantendo seus mandatos e o levando o dinheiro do fundo partidário para o novo partido. (Poder 360)

O governo federal lançou um programa para incentivar a qualificação profissional e a geração de emprego e renda. A expectativa do governo é que a iniciativa, batizada de Programa Verde e Amarelo, consiga gerar ao longo de três anos cerca de 4,5 milhões de empregos. Para os empregadores, a vantagem é a redução dos  encargos trabalhistas, já para os novos jovens empregados a qualificação desses profissionais se dará por meio de um sistema de vouchers para a participação em processos de formação. (Agência Brasil)

O Ministério da Infraestrutura iniciou estudos sobre a viabilidade de fundir, até 2022,  três de suas empresas: a Infraero, a Valec e a Empresa de Planejamento em Logística (EPL) – a estatal do trem-bala. Contudo, não há nenhuma formalização concreta sobre o tema. (Valor)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Em dia de feriado nos EUA, a bolsa com liquidez reduzida, fechou sem direção definida. O S&P 500 fechou o dia em queda de 0,20%, aos 3.087,01 pontos.

O México ofereceu asilo político a Evo Morales, no maior movimento do presidente esquerdista Andrés Manuel Lopéz Obrador, em sua política para a América Latina, desde que chegou ao poder há quase um ano. A crise na Bolívia, que tem no Brasil seu maior parceiro comercial, é um desafio para o Itamaraty de Bolsonaro. (El País)

No distrito financeiro de Hong Kong, a polícia atirou gás lacrimogêneo após confrontos que bloquearam as estradas e impediram a circulação, pelo segundo dia consecutivo. A Chefe do Executivo, Carrie Lam, disse, na noite de ontem, que os manifestantes não vão conseguir seus objetivos através da violência.  Eleições distritais ainda estão agendadas para o dia 24 de novembro, o que seria o primeiro maior exercício democrático na cidade desde que os protestos começaram. A bolsa de Hong Kong avança. O índice Hang Seng fechou em alta de 0,5% após queda de 2,6% na segunda-feira.  (Bloomberg)

O presidente Donald Trump fará um discurso, na hora do almoço, no New York Economic Club e o mercado estará atento sobre qualquer comentário em relação ao acordo comercial e tarifas. As bolsas fecharam sem direção definida na Ásia. Na Europa, apresentam uma leve alta e os futuros dos índices de Wall Street apontam para um dia positivo. 

RESUMO DOS MERCADOS

Dólar Comercial  R$ 4,1415 – 0,59%
DI Fut Jan/25 6,22%  – 5 bps
Ibovespa 108.367 pts  + 0,69%
S&P 500 3.087,01 pts  – 0,20%

ÓRAMA NA MÍDIA

Em sua coluna semanal no Valor Investe, nosso economista Alexandre Espírito Santo  analisa a evolução de um dos principais problemas estruturais que vivemos: o déficit público. Vale a leitura!
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s