Plano para a paz no Oriente Médio e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO

Após a forte queda da segunda-feira, e acompanhando os mercados externos, o Ibovespa recuperou força e subiu 1,74%, para 116.479 pontos. O dólar Ptax era cotado a R$ 4,2064, cedendo 0,31%. No mercado de juros, os contratos de DI para Janeiro de 2025 eram negociados à taxa de 6,17% registrando uma queda de 11 pontos base.

No Brasil, o Ministério da Saúde confirmou que, além do caso que já é monitorado em Belo Horizonte, há mais 2 pacientes em Porto Alegre e em Curitiba com sintomas que indicam possível contaminação por coronavírus. (Poder 360)

Renato Vieira, presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), deixará o cargo. Ele será substituído pelo atual secretário de Previdência, Leonardo Rolim. (Valor)

Durante a Latin America Investment Conference 2020, evento promovido pelo Credit Suisse, os ex-presidentes do Banco Central Gustavo Franco, Pérsio Arida e Armínio Fraga levantaram críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Todos concordam que reformas são necessárias para o crescimento do país acima de 2% e que é preciso avançar em alguns temas, como complementar a Reforma da Previdência, fazer a Reforma Administrativa e cortar subsídios. A convicção para realizar essas reformas, contudo, estaria corrompida. Eles afirmaram ainda que a relação do presidente com a área econômica do governo é um casamento arranjado, sem amor verdadeiro. (Folha)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Em meio à crise do coronavírus, as bolsas registraram ganhos no pregão de terça. O S&P 500 se valorizou 1,01%, aos 3.276,24 pontos.

As autoridades de saúde chinesas anunciaram que 5.974 casos confirmados de pneumonia causada pelo novo coronavírus foram relatados em 31 regiões no nível provincial até o final da terça-feira. Um total de 132 pessoas morreram da doença. (Xinhua)

Entre o surto de coronavírus e processo de impeachment, o presidente Donald Trump anunciou o que chamou de um plano detalhado para a paz no Oriente Médio que fornece uma solução “ganha-ganha” para tornar Israel e a região mais seguros, contudo, os obstáculos à proposta emergiram rapidamente, quando palestinos e algumas nações árabes sinalizaram oposição. (Bloomberg)

Em Hong Kong, na volta do feriado prolongado, o índice Hang Seng recuou 2,82%, movimento de ajuste pelos dias que ficou inoperante. Na China, os mercados só voltam a operar na segunda-feira. Na Europa, as bolsas operam em leve alta, puxadas pelas mineradoras e empresas do setor de saúde. O viés dos futuros de Wall Street também aponta para um dia estável, aguardando a decisão de política monetária do Fed (banco central americano). O consenso ainda é pela manutenção da taxa de juros na primeira reunião de 2020, mas com as incertezas sobre o novo vírus, não é descartado mais um corte.

Enquanto não é possível mensurar os impactos do coronavírus na economia global e reprecificar os riscos para 2020, os investidores seguem com moderação e preferência por ativos defensivos como os títulos do Tesouro dos EUA e bonds de outros países desenvolvidos, o dólar e o ouro.

RESUMO DOS MERCADOS

Dólar PTAX R$ 4,2064 – 0,31%
DI Fut Jan/25 6,17% – 11 bps
Ibovespa 116.479 pts + 1,74%
S&P 500 3.276,24 pts + 1,01%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

 

Deixe uma resposta