Corrida eleitoral americana e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO

A recuperação dos mercados na China impulsionou as bolsas aqui no Brasil e no mundo. O Ibovespa fechou em alta de 0,81% aos 115.556,71 pontos. Dólar Ptax recuou 0,22%, para R$ 4,2381 na venda.  Os contratos de DI para Janeiro de 2025 eram negociados à taxa de 6,13%, recuando mais 2 pontos base.

Em dezembro de 2019, a produção industrial nacional recuou 0,7% frente ao mês anterior (série com ajuste sazonal), segunda taxa negativa  consecutiva. Em relação a dezembro de 2018 (série sem ajuste sazonal), a indústria caiu 1,2%. No índice acumulado do ano de 2019, a atividade industrial recuou 1,1% frente a igual período de 2018.  (IBGE)

O projeto que estabelece o novo modelo para aumentar a competitividade do setor elétrico é o primeiro item da pauta da Comissão de Infraestrutura do Senado de hoje (05). Além da competitividade, o projeto busca abrir mais o mercado, racionalizar os subsídios oferecidos e ampliar o poder de escolha dos consumidores. A ideia é permitir que o consumidor comum escolha de quem comprar a sua energia ou então de que fonte quer comprar – éolica, hidrelétrica, termoelétrica ou outra. (Poder 360)

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), relator da medida provisória que instituiu a 13ª parcela do Bolsa Família no ano passado, propôs a cobrança de Imposto de Renda sobre a distribuição de lucros e dividendos, para bancar a ampliação de benefícios tanto no Bolsa Família, quanto no BPC (pago a idosos carentes e deficientes). O relatório propõe a incidência da alíquota de 15% para os lucros ou dividendos pagos ou creditados pelas pessoas jurídicas tributadas com base no lucro real, presumido ou arbitrado. A proposta enfrenta resistência no Congresso e há expectativa do governo de que ela caduque pois perde a validade no dia 24 de março. (Folha)


OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

A perspectiva de que os estímulos monetários concedidos pelo governo chinês vão amenizar os impactos econômicos do surto de coronavírus animou os investidores nos EUA. O Nasdaq superou a máxima histórica, avançando 2,10%,  aos 9.467,97 pontos.O S&P 500 teve um dia de forte alta com ganhos de 1,50%, aos 3.297,59 pontos.

Atualizando os números da epidemia de coronavírus, o total de casos confirmados saltou para 20.714 e as mortes pela doença chegaram a 427. As pessoas que haviam contraído o vírus e agora se recuperaram já somam 727.(CSSE – John Hopking University)

Nos Estados Unidos, o caucus no estado de Iowa mostra, nos resultados parciais, Pete Buttigieg com 26,9% dos delegados do estado, Bernie Sanders com 25,1%, Elizabeth Warren com 18,3% e Joseph R. Biden Jr. com 15,6%. (The New York Times)

A aprovação ao presidente dos EUA entre os republicanos é recorde: 94%. A aprovação de Trump para lidar com assuntos externos e comércio aumentou muito, seis pontos percentuais a mais do que no início do mês passado. A confiança na economia é a maior nos últimos 20 anos. Por parte dos democratas, a aprovação do presidente é a mais baixa na história. A pesquisa também revela que 52% dos americanos são contrários ao impeachment de Trump. (Gallup)

No discurso Estado da Nação no Congresso, na noite de terça (04), o presidente americano ressaltou o bom desempenho da economia, as conquistas militares e o acordo comercial com a China, mas também fez promessas, inclusive a continuação da construção do muro na fronteira com o México, com tom de campanha eleitoral. Sobre a relação com Irã, afirmou que depende do Teerã. Não mencionou o processo de impeachment em andamento no Senado. (NYT)

As bolsas na Ásia fecharam em alta. Na Europa, as bolsas também avançam. Os futuros dos índices de Wall Street apontam para um dia positivo. O preço do ouro está de lado, após registrar 1,5% ontem.


RESUMO DOS MERCADOS

Dólar PTAX R$ 4,2381 –  0,22%
DI Fut Jan/25 6,13% – 2bp
Ibovespa 115.556,71 pts + 0,81
S&P 500 3.297,59 pts + 1,50%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe uma resposta