Trump estima crescimento da economia de 3% ao ano e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO 

O cenário externo mais positivo em relação ao coronavírus, impulsionou as bolsas lá fora e o Ibovespa acompanhou esse movimento. Além disso, o índice brasileiro respondeu à temporada de divulgação de balanços, ao avanço das commodities e à ata do Copom, o que resultou em uma alta de 2,49%, retomando aos 115.370,61 pontos. O Dólar apresentou um leve ajuste, com o PTAX fechando a R$ 4,3148, em queda de 0,11%. A taxa dos contratos de DI para Janeiro de 2025 recuou 5 pontos-base, sendo negociada a 6,08%.

Na Ata da decisão do Comitê do Banco Central, o colegiado “vê como adequada a interrupção do processo” de corte nos juros, reduzidos para 4,25%. Daqui para frente serão analisados os efeitos do ciclo e a atividade econômica. Muitos diretores entendem que o nível de ociosidade ainda é alto na economia. Os dados do mercado de trabalho melhoraram, porém a produção não acompanhou. Conforme o documento, também vai depender também das projeções para a inflação, especialmente em 2021. Os efeitos do surto do coronavírus também foram discutidos na reunião. (BCB)

O governo vem debatendo se envia uma PEC própria sobre a reforma administrativa ou se aproveita o texto já em tramitação no Congresso de autoria dos parlamentares. A ideia de aproveitar o texto poderia dar mais celeridade ao processo de votação. A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, entretanto, vem trabalhando há meses nessa PEC que ainda não foi entregue ao legislativo pelo timing político: as manifestações populares na América Latina atrapalharam o andamento. Além disso, o lobby do funcionalismo público nas duas casas torna esse tema extremamente sensível e a fala de Guedes que chamou os funcionário públicos de “parasitas” contribuiu para o desgastes da imagem do ministro. (Folha)

Em reunião com os governadores, o ministro Paulo Guedes, tentou acalmar as tensões causadas pelo presidente Jair Bolsonaro. No dia 5 de fevereiro, Bolsonaro desafiou os governadores a zerar o ICMS, afirmando que reduziria os impostos federais em contrapartida. Esse aceno para os caminhoneiros, visto que quase metade do valor pago pelo consumidor nas bombas é de tributos federais e estaduais, não agradou os governos estaduais. Os estados dependem dessa fonte de receita, ainda mais no momento presente, que passam por crises fiscais sérias. Com a declaração do presidente, a impressão que passa é que os preços dos combustíveis continuam altos por falta de vontade dos Estados. (Poder 360)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

Com a sinalização de que os bancos centrais estão de olho nos possíveis impactos do surto de coronavírus, o S&P 500 subiu 0,17%, para 3.357,75 pontos, anotando um novo recorde.

Apesar de especialistas divergirem em relação aos desdobramentos do surto de coronavírus, o fato é que novas infecções na China, fora do epicentro da província de Hubei, caíram por sete dias seguidos. A Comissão Nacional de Saúde da China (NHC) registrou 381 novas infecções na China continental nos arredores de Hubei na segunda-feira, em comparação com 890 em 3 de fevereiro. (South China Morning Post)

A Casa Branca apresentou um documento sob título “A Budget for America’s Future” na segunda-feira. O plano orçamentário de Trump prevê gastos públicos de 4,8 trilhões de dólares (20,75 trilhões de reais), sendo quase 750 bilhões de dólares (3,2 trilhões de reais) em defesa, além de redução do gasto para áreas como moradia, proteção ambiental entre outros programas sociais. A questão polêmica, contudo, não é apenas na priorização da agenda, estão sendo questionados as premissas de crescimento da economia utilizadas para as projeções. Trump assume um crescimento de 3% ao ano pelos próximos anos enquanto as estimativas do Fed e do Congressional Budget Office estimam um crescimento meio porcento menor. Essa diferença faz com que até 2030, o governo esteja trabalhando com um número 15% maior do que os analistas no geral para a economia americana. (NYT)

Nesta manhã, um ar de alívio paira sobre os mercados, com a estabilização da taxa de novos casos de coronavírus. As bolsas na Ásia fecharam em alta. Na Europa, as bolsas operam no azul e o viés dos futuros de Wall Street é positivo. O petróleo avança de novo mais de 1%. O ouro está estável a US$ 1.570. O bitcoin voltou a superar a marca do US$ 10.000.

RESUMO DOS MERCADOS 

Dólar PTAX R$ 4,3148 – 0,11%
DI Fut Jan/25 6,08% – 5 bps
Ibovespa  115.370,61 pts + 2,49%
S&P 500 3.357,75 pts + 0,17%

TÓPICO DO DIA 

A coluna semanal do economista da Órama Alexandre Espírito Santo no Valor Investe é, na verdade, um alerta para os investidores: suspeite fortemente de promessas de ganhos astronômicos! Vale a leitura!

As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s