Lançamento do PIX e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO 

Mesmo com a redução do compulsório, pesou na decisão dos investidores os desdobramentos internacionais do surto de coronavírus e as incertezas sobre o andamento das reformas no Brasil que acabaram puxando o índice da bolsa para baixo. O Ibovespa teve forte queda de 1,66%, fechando aos 114.586,24 pontos. O dólar PTAX fechou na máxima novamente aos R$ 4,3873, subindo 0,33%. Os contratos de juros DI com vencimento em janeiro de 2025 tiveram uma abertura de 6 pontos-base, sendo negociados à taxa de 6,03%.

O Banco Central (BC) reduziu nesta quinta-feira a alíquota do recolhimento compulsório sobre recursos a prazo de 31% para 25%. De acordo com o diretor de Política Monetária do BC, Bruno Serra, a medida “Não tem a ver com o objetivo de estimular a economia. O objetivo aqui é melhorar a eficiência do Sistema Financeiro Nacional. Estimular a economia, a gente tem outros instrumentos”. (Folha)

Na dimensão da Agenda BC#, foi lançado o PIX, um novo serviço de pagamentos instantâneos. Com o instrumento, a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorre em tempo real. O serviço estará disponível a partir de novembro e funcionará 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. Com a implantação do PIX, o país ganha mais uma alternativa para efetuar transações, além dos modelos tradicionais já existentes, como TED, DOC, boleto, cheque e cartões. (Banco Central)

Após a polêmica fala de Paulo Guedes que relacionava empregadas domésticas viajando para a Disney com o real valorizado dos governos do PT, o ministro pediu publicamente desculpas e afirmou que a mãe de seu pai foi uma empregada doméstica. Aproveitou a oportunidade para enfatizar que o regime é flutuante e que o patamar mais alto do câmbio favorece viagens nacionais, e não ao exterior. (Poder 360)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

O relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou cinco novas mortes decorrentes do coronavírus fora da China e assustou o mercado. Os índices de ações de Nova York fecharam o dia no terreno negativo. O S&P 500 caiu 0,38%, aos  3.373,23 pontos.

A Organização Mundial da Saúde, publica diariamente relatórios de situação do coronavírus em seu site, que pode ser acompanhado pelo link

A nova taxa de empréstimos de referência da China, orientada para o mercado, caiu na quinta-feira. O intuito é dar um impulso à liquidez do mercado e facilitar o acesso à crédito de pequenas e médias empresas em meio à luta contra a epidemia de coronavírus. A taxa básica de juros de um ano (LPR – loan prime rate ) ficou em 4,05%, abaixo dos 4,15% do mês anterior, enquanto a LPR acima de cinco anos caiu cinco pontos-base da leitura anterior para 4,75%, de acordo com o National Interbank Funding Center administrado pelo Banco Popular da China (PBOC). Os LPRs, divulgados no 20º dia de cada mês, baseiam-se nas taxas das operações de mercado aberto do banco central, especialmente nas taxas de linhas de empréstimos a médio prazo (MLF). A redução na LPR ocorreu depois que o Banco Popular da China (PBOC), o banco central, reduziu a taxa MLF na segunda-feira em 10 pontos-base, um movimento em linha com as expectativas do mercado, à medida que a China intensifica esforços para restaurar a normalidade econômica enquanto contém o vírus. (XInhua)

A semana se encerra com novas preocupações sobre a expansão do coronavírus e as bolsas fecham em queda na Ásia. O índice Hang Seng recuou 1.09%. Na Europa, as bolsas também operam no vermelho e os futuros de Wall Street apontam para um dia negativo. 

RESUMO DOS MERCADOS

Dólar PTAX R$ 4,3873 + 0,33%
DI Fut Jan/25 6,03% + 6 bps 
Ibovespa  114.586,24 pts – 1,66%
S&P 500 3.373,23 pts  – 0,38%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

 

3 comentários em “Lançamento do PIX e os últimos destaques

    1. Olá! Tudo bem?

      Muitos fatores podem influenciar nesse caso. Mas podemos te ajudar com um material de base, fizemos um e-book com alguns estudos do mercado no cenário de 2020. Pra ter acesso, é só acessar o link:

      https://invista.orama.com.br/faca-seu-dinheiro-render?utm_source=blog&utm_medium=comentario-blog&utm_term=ebook-comentario-blog-21-02-2020&utm_content=ebook-comentario-blog-21-02-2020&utm_campaign=ebook-comentario-blog-21-02-2020

      Qualquer dúvida, manda pra gente!

Deixe uma resposta