FMI projeta recessão global neste ano e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO 

Após três dias de altas fortes, a correção nos preços derrubou o Ibovespa que fechou em queda de 5,51% nesta sexta, aos 73.429 pontos. Na semana, contudo, os ganhos acumulados foram de 9,49%. No mês, o índice está 29,51% negativo. O dólar PTAX teve alta no dia de 2,20%, cotado a R$ 5,1109 e, na semana, valorizou 1,71%. No mercado de juros, o DI para Janeiro de 2025 estava em 7% tendo alta de 6 pontos base, na semana a taxa fechou 129 pontos. 

Na sexta, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, anunciou uma linha de crédito específica para financiamento de folha de pagamento de pequenas e médias empresas. O programa terá duração de dois meses, custará R$ 20 bilhões por mês e será voltado para companhias com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões. Nesse período, a empresa não poderá demitir os funcionários beneficiados. (Valor)

O ministro da Economia Paulo Guedes afirmou, neste sábado (28), que o governo vai anunciar a rolagem de dívida de municípios, assim como fez com os Estados. Para um resumo das medidas econômicas anunciadas até agora, confira aqui.

No domingo, os infectados por COVID-19 chegou a 4.256 e o número de mortes subiu para 136. (Painel Coronavírus)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

A semana foi bem positiva para os ativos de maior risco, no geral, com o S&P 500 em alta de 10,26%. Na sexta, contudo, o índice recuou 3,37%, a 2.541,47 pontos. Os ganhos da semana se devem, em grande parte, ao pacote de estímulos de US$ 2 trilhões anunciado pelo governo americano, que foi aprovado na sexta na Câmara dos Deputados e já estava precificado.

No mundo, o número total de casos confirmados de coronavírus estava em 732.153, com os EUA ultrapassando os 143 mil casos e com 2.500 mortes. Na Itália, os óbitos somam 10.779. (Johns Hopkins University)

Segundo projeções do FMI, o mundo deve enfrentar uma recessão global neste ano por causa do coronavírus. O PIB da Itália pode cair até 10% e a recuperação da economia mundial poderá vir somente em 2021 dependendo das medidas dos governos. (Valor)

Em pronunciamento na noite de domingo, o presidente Donald Tump disse que seu governo espera que o pico de mortes no surto de coronavírus nos EUA seja atingido em cerca de duas semanas e que estenderia diretrizes para que os americanos mantenham o distanciamento social do dia 12 de abril para o dia 30 de abril. (Bloomberg)

As bolsas fecharam em queda de 1,5% na Ásia. Na Europa, os índices operam sem direção definida. O viés dos futuros de Wall Street, que na noite de ontem abriu em queda de 1,5%, aponta para um dia levemente positivo.

O preço do petróleo, que chegou a ficar abaixo de US$ 20, recua 5%. O WTI, extraído principalmente no Golfo do México e negociado na Bolsa de Mercadorias de Nova York, está cotado a US$ 20,41.  

RESUMO DOS MERCADOS

Dólar PTAX R$ 5,1109 + 2,20%
DI Fut Jan/25 7,00% + 7 bps 
Ibovespa  73.429 pts – 5,51%
S&P 500 2.541,47 pts  – 3,37%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe uma resposta