Mal estar diplomático com a China e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO 

O rumor de demissão do Ministro da Saúde, conteve a disparada do Ibovespa, mas mesmo assim, o índice conseguiu registrar ganhos de 6,52%, aos 74.072 pontos. O dólar PTAX era cotado, na venda, a R$ 5,2471, em queda de 0,99%. No mercado de juros, o DI para janeiro de 2025 recuou 18 pontos-base sendo negociado à taxa de 7,0%.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou na noite de ontem que segue no cargo. Durante o dia, houve muita especulação sobre a permanência do ministro na pasta visto a divergência crescente a respeito da condução da pandemia. Mandetta disse que suas gavetas chegaram a ser esvaziadas e pediu paz para podermos juntos enfrentar o inimigo do coronavírus. (O Globo)

O mal estar diplomático com a China, dessa vez protagonizado pelo Ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi notícia inclusive em veículos internacionais como a Bloomberg. Durante o final de semana o ministrou postou um tweet – posteriormente apagado – no qual por meio de um quadrinho do Cebolinha zombava do sotaque chinês e sugeria que Pequim estava se aproveitando da crise para realizar um plano de dominação mundial. Em entrevista à Rádio Bandeirantes na segunda-feira, o Weintraub reiterou que a China teria retido informações sobre o vírus e “correram para construir respiradores, que agora estão vendendo para um mundo que está desesperado por eles”. (Folha)

O Conselho Monetário Nacional (CMN) vedou de maneira temporária a distribuição por instituições financeiras de dividendos ou juros sobre capital próprio acima do mínimo obrigatório previsto em estatuto social. (Valor)

Sem consenso sobre o texto, o Senado Federal deverá votar a PEC (proposta de emenda à Constituição) do “Orçamento de guerra” só na próxima segundo-feira. (Poder 360)

Relatório Focus do Banco Central mostrou uma forte revisão na projeção dos economistas do mercado financeiro para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2020. A expectativa mediana caiu de -0,48% para -1,18%. É a oitava queda consecutiva. 

No Brasil, ao todo são 12.056 casos confirmados e 553 óbitos. A taxa de letalidade subiu mais ainda e está em 4,6%. (Painel Coronavírus)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

Os sinais de sucesso nos esforços de contenção da pandemia do novo coronavírus, impulsionaram as bolsas americanas e o S&P 500 registrou forte alta de 7,03% aos 2.663,68 pontos.

No mundo, o número de casos confirmados chega a 1.359.398 e 75.945 mortes. Os EUA concentram 368.448 dos infectados com 10.993 óbitos. (Johns Hopkins). Contudo, as medidas de lockdown pelo mundo estão, a princípio, mostrando uma desaceleração principalmente no número de mortes. Embora isso seja uma boa notícia em si, o possível achatamento da curva é melhor do que o aumento acelerado.

Enquanto países europeus tiveram um dia mais aliviado, no Reino Unido a crise ganhou outro patamar. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, de 55 anos, que está com coronavírus foi transferido para uma unidade de terapia intensiva na segunda-feira, depois que seus sintomas pioraram. (Reuters)

O bom humor segue pelo segundo dia na semana, com as notícias de desaceleração da dispersão do coronavírus nos principais epicentros do mundo. A China não relatou nenhum caso no dia, desde que começou a divulgar os números de infectados em janeiro. As bolsas fecharam em alta na Ásia e avançam mais de 3% na Europa. Os futuros dos índices de Nova York também estão em campo positivo. O ouro está sendo negociado a US$ 1.707 a onça.

Dólar PTAX R$ 5,2471 – 0,99%
DI Fut Jan/25 7,01% – 18 bps 
Ibovespa  74.072 pts  + 6,52%
S&P 500 2.663,68 pts + 7,03%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s