Gestor de Fundos analisa particularidade da crise provocada pelo coronavírus e demonstra preocupação com duração da quarentena

A crise provocada pelo novo coronavírus é única e diferente de todas as outras enfrentadas pelos mercados nas últimas décadas. Esta é a análise feita pelo economista Sergio Silva, sócio e gestor da AZ Quest. Para ele, como a pandemia afeta praticamente todos os países, são muitas economias impactadas e, consequentemente, muitas medidas de recuperação sendo realizadas ao mesmo tempo.

Silva foi o convidado da estrategista chefe da Órama, Sandra Blanco, em live no perfil da plataforma no Instagram. A Órama está apresentando uma programação especial de conteúdos que analisam os impactos da covid-19 no mercado e na economia em geral, com transmissões, debates, textos e discussões diárias.

“Em outras crises, um país ou uma região se encontrava em dificuldade, e o mundo, de alguma forma, se prontificava a socorrer, com acordos com o FMI ou rearranjos macroeconômicos. Desta vez, ela afeta o mundo como um todo. Todos os países estão tomando as mesmas medidas, cortando juros, uns mais que outros, fazendo intervenção em desvalorização da moeda ou pacotes fiscais maiores ou menores”, aponta.

Ele lembra que na crise de 2008 o Brasil tinha um comprometimento fiscal de 3,5% do PIB. Atualmente, esse valor já chega a 16%.

No início do ano, os economistas apontavam alta probabilidade de o país apresentar crescimento de cerca de 2% no PIB. “A recuperação será diferente de país para país. A contração global vai depender muito de quanto tempo vai durar a quarentena. Aqui, já temos previsão de redução do PIB entre 4% e 5%”, indica Silva.

Em sua análise, o cenário será fortemente refletido como uma crise de demanda, visto que mais de 60% do PIB brasileiro é do setor de serviço. “As empresas têm o que oferecer, têm produtos e serviços, mas, efetivamente, não há consumo. A quarentena tem que durar um período. Depois disso, a economia ficará disfuncional”, alerta.

Estratégias da AZ Quest

O Grupo Azimuth, com quem a AZ Quest forma uma joint venture, está presente em 14 países. Segundo Silva, as experiências e trocas com os especialistas de diversas regiões fazem com que os gestores sintam a temperatura dos mercados, com uma visão além da local.

O economista explica que a AZ Quest costuma debater cenários econômicos e do mercado financeiro três vezes por semana. No início do ano, pré-pandemia, os especialistas pensavam no crescimento do PIB e dois dos principais Fundos Multimercado da gestora, AZ Quest Multi e AZ Quest Multi Max chegaram a ter 20% e 40% em Bolsa, respectivamente.

Conforme os colaboradores de outros mercados apontavam a gravidade do problema, a expectativa de lockdowns e a queda do consumo com intensidade, os gestores locais começaram a rever as posições e aumentar em juros.

“Hoje, temos mais posições na parte curta em juros, um pouco em dólar contra o real e estamos olhando as oportunidades em Bolsa. É importante conduzir as movimentações com muito cuidado, em épocas de grande volatilidade”, afirma Silva. “Estamos felizes com as performances, mas precisamos recuperar o mês de março”, completa.

Questionado por Sandra sobre o potencial dos Fundos Multimercado para os investidores, ele afirmou que, por mais desafiador que seja o cenário, a liberdade de estratégia e a operação em basicamente qualquer mercado de ativos coloca esse tipo de investimento à frente de opções conservadoras, como o Tesouro Selic, no momento.

Na programação especial sobre os impactos do coronavírus na economia e nos mercados, o  nosso blog  tem conteúdos diariamente, assim como orientações para os investidores. Todos os dias, às 10h, há o “Panorama Diário”, com as principais notícias do Brasil e do mundo. Também está disponível por completo no blog um curso de educação financeira.

No perfil do Instagram, a programação de lives continua, com convidados e especialistas da plataforma fazendo análises sobre o mercado financeiro.

Programação

Instagram @oramainvestimentos

Segunda-feira (13/04):

18h30 – Live com Sergio Franco, do time de Renda Variável da Órama, e Hugo Azevedo, head comercial da plataforma: o que tem acontecido no mercado nas últimas semanas?

Terça-feira (14/04):

18h30 – Live: a estrategista chefe da Órama, Sandra Blanco, convida Victor Bidetti e Angelo FerrarettoI, da Integral BREI Real Estate.

Quarta-feira (15/04):

12h – Live #HugoResponde com Partiu Poupar.

18h30 – Live: Felipe Cunha, do time de Asset da Órama, fala sobre Debêntures e investimentos em ouro.

Quinta-feira (16/04):

12h – “Live Trader”: Renata Lima, do time de Golden Traders da Órama, recebe o pessoal da Trade Machine.

18h30 – Live com Sandra Blanco, e Werner Mueller Roger, da Trígono Investimentos.

Sexta-feira (17/04):

18h30 – Live com Alexandre Espirito Santo e Hugo Azevedo: panorama dos últimos acontecimentos do mercado de Ações.

Blog Órama

Segunda a sexta-feira:

10- “Panorama Diário”

Spotify Órama

Terça-feira (14/04):

12h – Podcast com o psicólogo financeiro Celso Sant’ Ana

Fonte: G.Lab

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s