Exoneração do diretor-geral da PF Maurício Leite Valeixo e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO 

Rumores da demissão do ministro Sérgio Moro, a informação que um novo remédio para combater o coronavírus falhou nos testes e divulgação de dados econômicos negativos na Europa e EUA contribuíram para uma sessão de forte volatilidade na bolsa. O Ibovespa terminou o dia em queda de 1,26%, aos 79.673 pontos. O dólar PTAX, em novo recorde nominal, se valorizou 1,15% sendo vendido a R$ 5,4467. No mercado de juros, os contratos de DI para janeiro de 2025 eram negociados a 6,39%, subindo 43 pontos base. 

A ameaça de demissão do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, caso o presidente Bolsonaro retirasse o delegado Maurício Valeixo do comando da PF, abalou não só o mercado financeiro, mas também Brasília. A insatisfação do ministro mais popular do governo causou preocupação por ser mais um foco de crise e ruído no Planalto. A ala militar do governo buscou apaziguar o os ânimos e ao fim do dia, Bolsonaro recuou e adiou, a demissão de Valeixo. (Folha)

Nesta manhã, foi publicada no Diário Oficial da União a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Leite Valeixo. Segundo o texto do decreto, a saída de Valeixo foi “a pedido” e não traz o nome do substituto para a chefia da Polícia Federal. Valeixo foi superintendente da PF no Paraná durante a operação Lava Jato, quando Moro era juiz federal responsável pelos processos da operação na primeira instância. (Correio Braziliense)

O Brasil registrou um recorde de mortes por coronavírus com 407 óbitos em 24 horas. O Ministério da Saúde já informou, em outras ocasiões, que os dados costumam ser maiores após fins de semana ou feriados porque nesse período as equipes locais nos estados trabalham em número reduzido e há um represamento das informações. O ministro da Saúde, Nelson Teich, contudo, disse que é preciso observar os próximos dias para sabermos se o aumento é de fato uma um acúmulo de casos do feriado ou se é uma tendência de alta. (O Globo)

O Brasil possui 49.492 casos confirmados de COVID-19 e 3.313 mortes. (Painel Coronavírus)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

Os índices americanos também tiverem um dia volátil e terminaram o pregão sem direção definida. O Dow Jones teve alta de 0,17% enquanto o S&P 500 registrou leve queda de 0,05%, aos 2.798 pontos. 

Uma das notícias que impactou negativamente os mercados foi que o antiviral Remdesivir falhou nos testes contra a COVID-19. A Organização Mundial da Saúde afirmou que publicou acidentalmente os resultados do teste em um site que ajuda a rastrear terapias para a doença. (Bloomberg)

O número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA na semana passada chegou a 4,4 milhões – a mediana do mercado era de 4,5 milhões. É importante destacar que com esse dado, 26 milhões de americanos nas últimas 5 semanas buscaram o benefício, o que sugere que a taxa de desemprego se aproxima de 20%. (WSJ)

O PMI Composto dos EUA foi de 13,5 pontos, o mais baixo desde 2009, indicando uma forte contração na economia. Os dados, em linha com os números divulgados da Alemanha, França, Japão e Reino Unido, apontam para uma recessão global. (IHS Markit)

A Câmara dos Deputados dos EUA aprovou uma lei que destina US$ 484 bilhões para o  financiamento de pequenas empresas e hospitais. Com esse novo pacote, o total dos gastos públicos para lidar com a crise caminha para perto de US$ 3 trilhões. Os governos locais, contudo, foram excluídos dessa medida por divergências entre Republicanos e Democratas e devem ser votados em separado. (Reuters)

Os EUA confirmaram 868.395 casos de coronavírus e 49.861 mortes. No mundo, os casos somam 2.707.356 e o número e óbitos saltou para 190.743. (Johns Hopkins)

A chanceler alemã, Angela Merkel, sinalizou que poderá contribuir com o fundo para recuperação da União Europeia. O tamanho do cheque ainda vai ser motivo de muita discussão, mas o valor deverá ser em torno de 2 trilhões de euros. (NYT)

A Nestlé reportou 4,3% de aumento nas vendas no primeiro trimestre de 2020, o maior crescimento em cinco anos, com forte demanda por congelados e comida para pets. A concorrente Unilever divulgou que as vendas se mantiveram estáveis no período. (Reuters)

A semana vai se encerrando com menos volatilidade, o VIX operando abaixo de 40 pontos (superou 80 no auge da crise), apesar da queda das bolsas na Ásia e na Europa. O viés dos futuros de Nova York indica para um dia levemente positivo.

RESUMO DOS MERCADOS 

Dólar PTAX  R$ 5,4467 + 1,15%
DI Fut Jan/25  6,39% + 43 bps
Ibovespa  79.673 pts – 1,26%
S&P 500 2.798 pts – 0,05%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s