Especialistas sugerem evitar resgates no calor da emoção durante quarentena

Movimentação pode aumentar custos e impostos e desequilibrar carteira de investimentos; Órama conta com assessoria financeira para criar estratégias e orientar clientes em momentos de tensão no mercado.

A estrategista chefe da Órama, Sandra Blanco, e o head comercial da plataforma, Hugo Azevedo, se encontraram em live no Instagram para orientar os investidores sobre como agir em relação às suas aplicações em momentos de crise. O objetivo é reduzir os impactos negativos nos resultados e nos planos.

Desde o início da quarentena, a Órama está apresentando uma programação diária de conteúdos a respeito dos impactos do novo coronavírus na economia e nos investimentos, com transmissões ao vivo, textos e podcasts.

Para Sandra, a pandemia e as incertezas em relação à descoberta de tratamento ou de vacina para a Covid-19 e, também, quanto ao fim do isolamento, além dos desdobramentos dos últimos episódios na política brasileira, formam uma espécie de “tempestade perfeita”, que deixa o mercado financeiro e os investidores em estado de grande tensão.

“É um momento de muitas variações negativas e o cenário ainda é nebuloso à nossa frente. Esta insegurança, no entanto, não pode levar a resgates à revelia, que impactariam uma realização de prejuízo”, aponta a estrategista chefe da Órama.

Sandra destaca três pontos sobre decisões no calor da emoção, para alertar o investidor:

1- Resgates que não estão no plano e fora do vencimento dos investimentos podem provocar custos e prejuízos nos seus rendimentos.

2 – Movimentações sem estratégia desestruturam seu plano. Segundo ela, as carteiras de investimentos propostas pela Órama são fruto de estudos, correlações e projeções. Desvios e resgates podem diminuir o potencial de retorno no médio e longo prazos e aumentar ainda mais o risco.

3 – O investidor pode acabar aumentando seus impostos. Quando há o resgate do dinheiro de um Fundo, por exemplo, para aplicar em outro, se o período ou vencimento implica alíquota maior, o imposto a pagar pode ser mais alto.

Na avaliação de Azevedo, o investidor deve se perguntar se está realmente confortável com o risco tomado e com a volatilidade do mercado.

“Vale a pena resgatar investimento, liquidar operação de Renda Fixa, vender ativos e cotas de Fundos Imobiliários? A resposta é sempre: ‘Depende’. Se você não está dormindo bem com a movimentação do mercado, então, sim, você precisa ir para investimentos mais conservadores, mesmo que incida uma tributação maior por resgatar agora”, aponta.

A sugestão do head comercial para as aplicações conservadoras, incluindo a reserva de emergência, é o Fundo Órama DI, que compra somente Títulos públicos pós-fixados (Tesouro Selic), ou seja, papéis da dívida do governo. Ele tem rendimento esperado de 100% do CDI e boa liquidez.

Revisão do portfólio

Os especialistas reiteram que a Órama divulga, mensalmente, três sugestões de carteira de investimentos para os perfis conservador, moderado e arrojado. “Você aceitou nossa orientação e alocou o seu capital no portfólio que a Órama recomendou. E agora, será que vale a pena abandonar esse plano?”, questiona o executivo.

Segundo Sandra, os analistas e gestores da plataforma monitoram constantemente os ativos para sugerir alterações nas carteiras. “Temos uma análise que pode agregar mudanças, mas sem desestruturar o plano de investimentos. Com exceção da reserva de emergência, o horizonte do investidor deve ser de médio e longo prazos”, afirma.

De acordo com a estrategista chefe da Órama, o Ibovespa, por exemplo, tem acumulado retorno de 50% nos últimos 60 meses, mesmo com a queda de março. “Não podemos olhar pontualmente no contexto da crise, mas, sim, para os resultados alcançados e consolidados”, frisa.

Os especialistas recomendam as revisões periódicas das carteiras de investimentos. Em um período de grande volatilidade, como o atual, isso pode ser solicitado à assessoria financeira da Órama a cada três meses.

A Órama conta com equipes de assessores financeiros para atender os clientes e auxiliar na definição de um portfólio de investimentos. Esse atendimento é gratuito, bem como a abertura e a manutenção de conta na plataforma.

O nosso blog disponibiliza um curso completo de educação financeira para os novos investidores. No perfil do Instagram, a programação de lives diárias continua, com análises sobre o mercado feitas por convidados e especialistas da plataforma.

Programação da semana | Órama Investimentos

Lives no Instagram

Quinta-feira (07/05)

18h30 – Bate-papo com Gestor: Sandra Blanco e Carlos Alberto Trindade, da Normandia Investimentos, falam sobre a importância da qualidade do negócio na seleção de Ações em um ambiente de incerteza.

Sexta-feira (08/05)

18h30 – Hugo Azevedo e Alexandre Espirito Santo, economista da Órama, apontam, com visão econômica, as oportunidades de investimento na Bolsa no cenário atual e relembram crises passadas.

Textos no blog

O Mercado Financeiro e o Coronavírus – Parte 4: nossa cientista política Lorena Laudares explica como a Renda Variável se comporta em um cenário tão singular.

Segunda a sexta-feira

10h – Panorama Diário: as principais notícias do Brasil e do mundo.

Podcasts no Spotify

Saúde Mental e Investimentos: quando é necessário procurar ajuda emocional? Entenda com o parceiro Celso Sant’ Ana, psicólogo financeiro.

Fonte: G.Lab

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s