Flexibilização das medidas de isolamento social no Rio de Janeiro e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO

Com a reabertura de economias pelo mundo, inclusive em algumas cidades brasileiras o Ibovespa registrou alta de 1,39%, a 88.620 pontos. O dólar PTAX fechou em queda de 1,15%, sendo cotado, na venda, a R$ 5,3639. No mercado de juros, os contratos DI para janeiro de 2025 eram negociados à taxa de 5,96%, caindo 1 pontos base. 

O prefeito Marcelo Crivella do Rio de Janeiro anunciou que vai flexibilizar medidas de isolamento social a partir de hoje (02). Segundo ele, será uma reabertura “lenta, gradual e com segurança”, dividida em seis fases, com previsão de duração de 15 dias cada, caso a curva de contaminações e mortes por Covid-19 se mantenha estável. (G1

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, anunciou que foram realizados aperfeiçoamentos na MP 944/20, que criou o Programa Emergencial de Suporte a Empregos: inclusão de empresas com faturamento bruto anual em 2019 entre R$ 10 milhões e R$ 50 milhões, extensão do programa por mais dois meses e concessão de financiamento para empresas que mantiverem ao menos 50% dos postos de trabalho. O presidente do BC disse ainda que dentre os grandes bancos, a atuação dos privados foi maior do que dos públicos. “Quase 80% das novas contratações foram feitos por privados”. (Valor)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia disse na tarde desta segunda-feira que gostaria de retomar as discussões da reforma tributária “daqui a 3 ou 4 semanas”. O projeto estava em uma comissão mista e todas as comissões foram suspensas em virtude da pandemia. (Poder 360)

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, marcou para 10 de junho o julgamento da ação da Rede Sustentabilidade que pede a suspensão do inquérito que investiga fake news e ameaças contra ministros da Corte. (CNN)

O Brasil na segunda-feira (01) registrou 12 mil novos casos e 623 mortes. Ao todo, o país acumula 29.937 óbitos e 526.447 casos confirmados.  (Painel Coronavírus)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Apesar dos protestos nos EUA e de dados econômicos negativos, o S&P 500 subiu 0,38%, a 3.056 pontos.

O presidente Trump pediu uma resposta mais dura do governo às violentas manifestações que se seguiram aos protestos antirracistas pacíficos contra a brutalidade policial. Trump considera que mais força policial reprimiria melhor a agitação que se manifesta justamente sobre esse tema. (WSJ)

O remédio Remdesivir da Gilead mostrou benefício limitado em um estudo amplo com pacientes mais moderados de Covid-19. Em pacientes hospitalizados que receberam o medicamento por cinco dias, o tratamento mostrou uma melhora modesta. Mas com outro grupo que recebeu o medicamento por 10 dias não mostrou uma melhora estatisticamente significativa.  (Bloomberg)

A atividade manufatureira dos EUA reduziu a mínima de 11 anos em maio. O PMI calculado pelo ISM (Institute of Supply Management) da indústria americana teve uma leve melhora, subiu para 41,1 no mês passado, ante 41,5 em abril. Lembrando que números abaixo de 50 indicam contração do setor. (Reuters)

A ministra da Justiça de Hong Kong, Teresa Cheng Yeuk-wah, afirmou que qualquer decisão de processar suspeitos, de acordo com a nova lei de segurança nacional, que Pequim apresentou para Hong Kong, ficará a cargo do Departamento de Justiça da cidade, e não com a China Continental. Ela acrescentou que não houve menção na resolução aprovada pelo NPC, na última quinta-feira, que a Procuradoria Popular da China estabeleceria um órgão em Hong Kong que tomaria as decisões da promotoria.  (South China Morning Post)

No mundo, o número de casos chegou a 6.264.742 milhões com mais 375 mil óbitos por coronavírus. Os EUA respondem por 1.811.172 diagnósticos confirmados e mais de 105 mortes.  (Johns Hopkins)

Nesta manhã, as bolsas, que abriram sem direção definida na Ásia, fecharam em alta. Na Europa, as bolsa avançam, com o índice alemão DAX registrando alta de 3,95%. O viés dos futuros de Wall Street aponta para outro dia positivo. O preço do petróleo nos contratos também avançam, com o WTI cotado a US$ 36,39 e o Brent a US$ 39,36.

RESUMO DOS MERCADOS

Dólar PTAX R$ 5,3639 – 1,15%
DI Fut Jan/25  5,96% – 1 bps
Ibovespa 88.620 pts + 1,39%
S&P 500 3.056 pts + 0,38%

TÓPICO DO DIA

Em sua coluna semanal no Valor investe, o economista da Órama Alexandre Espírito Santo analisa, com base na divulgação do PIB na sexta feira, como está enxergando a retomada da economia brasileira. Vale a leitura!

As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe uma resposta