Taxa de juros mantida pelo Fed e os destaques da semana

Panorama Semanal de 8 a 12 de junho*

A preocupação expressa do Fed (Federal Reserve, o banco central americano) com a recuperação da economia e o receio por uma segunda onda da Covid-19 foram destaques da semana no noticiário. O Fed manteve os juros dos EUA entre zero e 0,25%. A expectativa é de que a recuperação seja lenta, com taxas de crescimento perto de zero por alguns anos.

As bolsas mundiais acusaram o golpe, registrando fortes perdas na quinta-feira. No Brasil, por causa do feriado, os efeitos estão sendo sentidos na abertura desta sexta-feira.

O grupo ampliado da Opep, com Rússia e outros, decidiu estender cortes na produção de petróleo até o fim de julho.

Uma notícia promissora no cenário nacional: o governador de São Paulo, João Doria, anunciou que o Instituto Butantan vai produzir, em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech, uma vacina contra o novo coronavírus.

Em São Paulo e no Rio, com horário alternativo e reduzido, além de medidas de proteção, comércio e shoppings estão voltando a reabrir, mesmo com aumento no número de casos de infectados pelo novo coronavírus.

Uma polêmica foi a divulgação de números conflitantes de mortos em decorrência da doença, além da forma de divulgação pelo Ministério da Saúde. O ministro Alexandre de Moraes, do STF, decidiu, então, que o governo deveria retomar a divulgação dos dados acumulados de mortes e casos de Covid-19. O país já ultrapassa a marca de 40 mil óbitos.

No domingo, manifestantes foram às ruas contra o racismo e contra o presidente Jair Bolsonaro. Houve também, em menor número, protestos a favor do governo.

O governo Bolsonaro recriou o Ministério das Comunicações.

No TSE, foi adiada a análise de pedido da oposição para cassar a chapa Jair Bolsonaro-Hamilton Mourão.

O IPCA registrou deflação de 0,38% em maio. É o segundo recuo consecutivo, após o -0,31% em abril. Foi a maior queda em 22 anos, desde agosto de 1998.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou que o governo vai criar um programa permanente de renda mínima, o Renda Brasil.

No pregão de quarta-feira, dia 10/6, o Ibovespa recuou 2,13%, a 94.685 pontos. O dólar registrou alta de 1,05%, a R$ 4,939. Na quinta-feira, não houve mercado no Brasil, por causa do feriado de Corpus Christi. No exterior, imperou o pessimismo por causa de uma possível segunda onda da doença.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.
*Dados atualizados até as 10h do dia 12/6.

Deixe uma resposta