Selic a 2,25% e os destaques da semana

Panorama Semanal de 15 a 19 de junho*

O cenário político da semana foi sacudido tanto pela notícia que o Ministério Público do Rio prendeu Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, quanto pela demissão de Abraham Weintraub do Ministério da Educação. Na economia, destaque para a decisão – já esperada – do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), que, por unanimidade, decidiu reduzir a taxa básica de juros Selic em 0.75, para 2,25% ao ano.

Na saúde, em paralelo ao ressurgimento de novos casos de Covid-19 ao redor do mundo, uma notícia promissora: estudo da Universidade de Oxford mostra que um corticóide de baixo custo, o dexametasona, disponível no mercado, ajuda na recuperação de doentes graves, salvando vidas.

Fabrício Queiroz foi preso na quinta-feira em Atibaia (SP) na casa do advogado da família Bolsonaro. Ele e Flávio Bolsonaro são investigados pela chamada rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio. A mulher de Queiroz teve a prisão decretada.

Weintraub anunciou sua demissão em vídeo com Bolsonaro. Na reunião de 22 de abril, cujo vídeo foi divulgado, o ex-ministro atacava ministros do STF. No domingo, ele participou sem máscara de manifestações pró-governo. Weintraub ocupará um cargo de direção no Banco Mundial.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) instaurou um procedimento para investigar o disparo de fogos de artifício contra o prédio do STF no sábado. Manifestantes chamaram os ministros do STF de “bandidos”.

O ministro do STF Alexandre de Moraes determinou a quebra do sigilo bancário de deputados para que seja apurado o financiamento de atos que pedem o fechamento do Supremo e do Congresso.

A líder do grupo de extrema direita 300 do Brasil, Sara Fernanda Giromini, foi presa em operação da PF. O MPF do Distrito Federal fez a denúncia, de injúria e ameaça, contra Moraes.

Ainda no STF, a maioria dos ministros decidiu pelo prosseguimento do inquérito das fake news, que apura notícias falsas e ameaças a integrantes da corte. Foi rejeitado pedido de habeas corpus em favor de Abraham Weintraub, para retirar o então ministro da investigação.

Em declaração polêmica, o presidente Jair Bolsonaro fez referência a abusos e disse que “está chegando a hora de tudo ser colocado no lugar”.

Tomou posse o novo ministro das Comunicações, Fábio Faria. Na presença de integrantes do Legislativo e Judiciário, ele defendeu um “armistício patriótico” por causa da pandemia e que a “arena eleitoral” fique para 2022.

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), uma prévia do PIB, recuou 9,73% em abril contra março.

Em abril, de acordo com o IBGE, as vendas no varejo despencaram 16,8%, também em relação a março.

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que nos próximos 60 e 90 dias vai “acelerar“ as reformas. Segundo Guedes, o país poderá enfrentar uma depressão se não adotar medidas corretas.

Bruno Funchal vai substituir Mansueto Almeida como secretário do Tesouro Nacional. Mansueto, que deve deixar o cargo entre julho agosto, disse que vai auxiliar na transição.

Nos EUA, Jerome Powell, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) afirmou que mesmo uma melhoria significativa no emprego do país pode deixar o mercado de trabalho “bem aquém” do patamar de antes da pandemia. Num tom cauteloso, ele pediu que os congressistas mantenham por mais tempo os pacotes de ajuda às famílias e pequenas empresas, em um momento que a economia começa a se recuperar.

Há 13 semanas, os EUA têm mais de um milhão de pedidos de seguro-desemprego.

O presidente Donald Trump está sendo acusado de ter pedido ajuda à China para se reeleger.

A FDA (Food and Drug Administration), que regula os medicamentos nos EUA, revogou a autorização de uso de cloroquina e hidroxicloroquina para o tratamento da Covid-19.

Um aumento de casos de Covid-19 em Pequim fez com que as autoridades recuassem nas medidas de flexibilizacão, fechassem escolas, entre outras medidas. Outras localidades e países ao redor do mundo estão também vivenciando o ressurgimento de novos casos – inclusive na Nova Zelândia, que havia declarado não ter mais registros da doença.

No Himalaia, na fronteira entre a China e a Índia, soldados indianos foram mortos em um confronto com tropas chinesas.

No pregão desta quinta-feira, o dólar fechou com valorização de 2,07%, cotado R$ 5,369. O Ibovespa subiu 0,6%, para 96.125 pontos.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

* Dados atualizados até às 9h do dia 19/6.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s