Governo estuda linha de crédito para empresas de menor porte e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO

No Brasil, a semana para a bolsa foi mais positiva do que nos EUA e parte do desempenho se justifica pela queda do juros e possibilidade de eventual ajuste futuro “residual” no grau de estímulo anunciado pelo Copom. O Ibovespa fechou em alta de 0,56%, na sexta-feira, a 96.572 pontos, acumulando alta de 4,07% na semana. O dólar Ptax permaneceu estável, sendo cotado, na venda, a R$ 5,3466, mas a Selic na mínima histórica, pressionou o câmbio que valorizou nos últimos cinco pregões 6,14%. No mercado de juros futuros, os contratos de DI com vencimento em janeiro de 2025 eram negociados à taxa de 5,86%, uma leve queda de 1 ponto base na sexta, o que não apagou a alta de 20 bps na semana.

O governo estuda uma linha de crédito, no valor de R$ 10 bi, para empresas de menor porte com faturamento anual até R$ 360 mil. A nova linha funcionaria como o “crédito fumaça” e se baseia nos recebíveis das vendas com cartões e com um possível mecanismo de abatimento de impostos para os bons pagadores. O programa seria financiado exclusivamente pelo Tesouro Nacional. (Valor)

Na sexta-feira (19), três ministros da área jurídica se encontraram com Alexandre de Moraes, relator de dois inquéritos que incomodam particularmente o Planalto. O gesto foi encarado com ceticismo pelo STF. A comitiva formada pelos ministros André Mendonça (Justiça), Jorge de Oliveira (Secretaria-Geral) e José Levi do Amaral (Advocacia-Geral da União) deveria ter procurado o presidente do Supremo, Dias Toffoli, se a intenção era a de uma trégua institucional. (Folha)

Em entrevista à CNN o advogado Frederick Wassef, dono da casa em Atibaia na qual Fabrício Queiroz, ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro, foi encontrado e preso disse que “nunca jamais o presidente Jair Bolsonaro soube ou teve conhecimento desses atos. Essa é minha inteira responsabilidade. Eu omiti essas informações do presidente da República e do senador Flávio Bolsonaro”. O advogado aproveitou a oportunidade para falar que estava saindo do caso e pediu desculpas à família Bolsonaro “todo e qualquer dano que tenha causado”. (CNN)

Pelo Twitter, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) confirmou o anúncio de que Frederick não é mais seu advogado de defesa e elogiou a lealdade e a competência de Wassef.

Na próxima quinta-feira (25), a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) vai julgar um pedido de habeas corpus feito pela defesa do senador Flávio Bolsonaro. Neste recurso, a defesa do Senador questiona a competência do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, para determinar as medidas cautelares do caso da “rachadinha” sustentando que, como Flávio era deputado estadual no período dos fatos investigados, entre 2007 e 2018, o juízo competente para o caso seria o Órgão Especial do TJ do Rio. Caso o pedido seja atendido, as decisões de Itabaiana podem ser consideradas nulas. (O Globo)

Manifestantes a favor e contra o governo protestaram pacificamente na manhã de domingo na principais capitais e em Brasília. (O Globo)

Segundo o Painel Coronavírus do Ministério da Saúde, o Brasil ultrapassou os 50 mil mortos e a marca de 1 milhão de casos confirmados.

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Nos EUA As bolsas tiveram uma sessão instável na sexta-feira e terminaram o dia sem direção única. O S&P registrou queda de 0,56%, a 3.097,74 pontos, na semana a alta foi de 1,85%.

A Apple, na sexta, anunciou que vai fechar 11 lojas em quatro estados onde os casos de coronavírus aumentaram, mostrando cautela na comunidade empresarial sobre a segurança da reabertura em alguns lugares. (WSJ)

No domingo, Pequim registrou apenas nove novas infecções, em um sinal de que um recente surto está sob controle. A capacidade diária de testes de ácido nucleico da capital da China aumentou de 100.000 para mais de 230.000 a partir de sábado, em meio a esses esforços para conter o ressurgimento de casos COVID-19. (XInhua)

Ainda no final de semana, a China anunciou seu novo projeto de desenvolvimento pós-pandemia chamado “Go West”. Essa nova iniciativa busca avançar pela províncias a Oeste, que são ricas em recursos naturais e desenvolver o mercado doméstico, diminuindo assim, a dependência da economia chinesa das províncias exportadoras do Leste, que sofrem tanto com o mundo crescendo menos, quanto com a tentativa de dissociar dos EUA. (South China Morning Post)

No campo político dos EUA, Trump que queria demonstrar força em um comício em Tulsa, Oklahoma, reuniu menos pessoas do que o esperado em evento pelo comitê de campanha. No estádio com 19.000 cadeiras, compareceram aproximadamente 6.200 pessoas. (WSJ)

No mundo, o número de casos se aproxima de 9 milhões, com mais 467 mil óbitos por coronavírus. Os EUA atingiram o número de 2.278.588 infectados e 120 mil mortes. (Johns Hopkins)

Nesta manhã, as bolsas na Ásia fecharam sem direção definida. Na Europa, os índices operam no negativo. Os futuros de Wall Street que abriram no vermelho, agora apontam para um dia de ganhos.

RESUMO DOS MERCADOS

Dia Semana Mês Ano
DI Jan 2025 5,86% -1 bps 20 bps -11 bps -58 bps
Dólar PTAX (R$) 5,3466 0,00% 6,14% -1,47% 32,65%
Ibovespa (pts) 96.572,10 0,46% 4,07% 10,49% -16,50%
S&P 500 (pts) 3.097,74 -0,56% 1,85% 1,76% -4,12%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

 

Deixe uma resposta