Governo americano ordena fechamento do consulado chinês em Houston e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO

Em um movimento de correção após fortes altas, o Ibovespa recuou 0,11% aos 104.309,70 pontos. No câmbio, o dólar Ptax teve queda de 2,52%, sendo cotado, na venda, a R$ 5,2283. No mercado de juros futuros, os contratos de DI com vencimento em janeiro de 2025 eram negociados à taxa de 5,49%, caindo 1 ponto base. 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, entregou ao Congresso, nesta terça-feira, a sua proposta de reforma tributária. O projeto de lei (que exige apenas maioria simples para aprovação) propõe a unificação do PIS e da Cofins, sob um novo tributo que se chama CBS (Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços) cuja proposta de alíquota é de 12%. A CBS é um IVA (Imposto sobre Valor Agregado) que tem convergência com as PECs que tramitam da Câmara e do Senado. O plano tem várias fases e cada uma tem etapas de implementação. A reformulação do IRPJ e IRPF com tributação de dividendos,  assim como a desoneração da folha, foram apenas citados como fases futuras, sem muitos detalhes. (Poder 360),

A Câmara dos Deputados aprovou, em dois turnos, o aumento do aporte do governo federal no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) de 10% para 23%, acima dos 20% que a proposta previa inicialmente. O Fundeb se tornará permanente e terá as regras de distribuição dos recursos revisadas em 2026. O texto seguirá para o Senado, onde ainda pode passar por alterações. (Valor)

Segundo auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União), o Ministério da Saúde gastou apenas 29% do R$ 38,9 bilhões de verba emergencial prevista para combater o novo coronavírus. Até 25 de junho, efetivamente saíram R$ 11,4 bilhões dos cofres federais. As despesas feitas diretamente pelo Ministério foram 11,4% do previsto e as transferência a estados e municípios (fundo a fundo) também ficaram muito aquém do prometido: os governos estaduais receberam 39% do dinheiro anunciado e os municipais, 36%.  (Folha)

Segundo o Painel Coronavírus do Ministério da Saúde, o  Brasil ultrapassou os 81,5 mil mortos e os 2,16 milhões de casos confirmados. 

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Nos EUA, os índices fecharam sem direção única. O Nasdaq recuou em parte com a realização de lucros após fortes altas das empresas de tecnologia. O S&P 500 avançou 0,17% aos 3.257,30 pontos.

O governo Trump e os republicanos do Senado ainda não chegaram a um consenso sobre os contornos de outro plano de estímulo. O líder republicano no Senado americano, Mitch McConnell, comentou que não espera que um novo projeto de apoio à economia seja aprovado no Congresso até o fim da próxima semana. Um obstáculo para os republicanos é a insistência de Trump em desonerar a folha de pagamentos suspendendo impostos pagos por empregadores e funcionários, que financiam o Seguro Social e o Medicare. Trump sugeriu que ele rejeitaria qualquer proposta que não incluísse corte de impostos. (Bloomberg)

A disputa entre EUA e China avançou para um terreno ainda mais tenso com o governo americano ordenando o fechamento do consulado chinês em Houston em três dias. A alegação americana é a necessidade de proteger a “propriedade intelectual e as informações nacionais”. Pequim condenou a ordem e ameaçou retaliação. Uma fonte disse que a China estava pensando em fechar o consulado dos EUA na cidade de Wuhan. (Reuters)

A pandemia continua a avançando globalmente. Ao todo são mais de 3,9 milhões de contaminados em território americano e 142 mil mortos. No mundo, o número de casos de Covid-19 ultrapassou os 14,97 milhões, com mais 617 mil óbitos. (Johns Hopkins)

Nesta manhã, a escalada de tensão entre os EUA e a China e as crescentes dúvidas sobre o novo pacote de estímulo à economia americana movimentam os mercados. As bolsas asiáticas fecharam sem direção definida. Os futuros nos EUA também apontam para uma abertura sem direcionamento único. Na Europa, os índices operam em queda. O preço do petróleo recua mais de 1%. O ouro avança, cotado a US$ 1.859,52.

RESUMO DOS MERCADOS

Dia Semana Mês Ano
DI Jan 2025 5,49% -1 bps 1 bps -19 bps -96 bps
Dólar PTAX (R$) 5,2283 -2,52% -2,29% -4,52% 29,71%
Ibovespa (pts) 104.309,70 -0,11% 1,38% 9,74% -9,81%
S&P 500 (pts) 3.257,30 0,17% 1,01% 5,06% 0,82%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

 

Deixe uma resposta