Presidente do Banco Central afirma retomada em V e os últimos destaques

BRASIL EM FOCO

O Ibovespa fechou praticamente no zero a zero, aos 104.289,60 pontos. Foi no câmbio que o mercado mais se movimentou, o dólar Ptax teve outra queda expressiva de 2,24%, sendo cotado, na venda, a R$ 5,1111. Nos juros futuros, os contratos de DI com vencimento em janeiro de 2025 eram negociados à taxa de 5,57%, subindo 8 pontos base. 

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse na Live do Valor que enxerga uma retomada em V mas que não deve ser um “V completo”. A estimativa de queda do PIB de 6,4% em 2020 é pessimista e a assimetria “é para melhor”. Segundo ele, um fator chave para a recuperação é o crédito e o BC já está fazendo um grande esforço nessa direção. (Valor)

O presidente Jair Bolsonaro estaria irritado com a articulação política do Major Victor Hugo (PSL), líder do governo na Câmara principalmente pela traição de alguns deputados bolsonaristas do PSL. O presidente avalia acomodar Vitor Hugo, aliado de primeira hora, em uma autarquia federal e nomear o deputado Ricardo Barros (PP-PR) como líder do governo. A expectativa é de que a troca seja feita no início de agosto. Se de fato acontecer, a articulação na Câmara e no Senado – exercida por Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) – vai estar nas mãos do Centrão. (Folha)

Em meio às polêmicas sobre a condução da política ambiental do Brasil, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, defendeu que mais de 90% dos produtores nacionais não desmatam e que o agronegócio brasileiro tem condições de aumentar sua produção sem mexer na Floresta Amazônica. Essas afirmações vieram em resposta à pesquisa divulgada pela revista Science na semana passada, que apontou rastros de desflorestamento em  até 20% da soja e 17% da carne produzidas na Amazônia e exportadas para a União Europeia. (O Globo)

De acordo com advogados tributaristas consultados pelo Valor, prestadores de serviço que estão no lucro presumido terão o maior aumento de alíquota de PIS e Cofins de 3,65% para 12% caso a Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) seja aprovada. A alíquota que será a mesma para indústria e comércio, afeta os setores de forma desproporcional pois os prestadores de serviços, por estarem em uma cadeia menor, não conseguem aproveitar muitos dos créditos de tributos criados pela proposta. (Valor)

O Brasil teve ontem o maior número de casos de Covid-19, com 67.860 novos registros em 24h. Segundo o Painel Coronavírus do Ministério da Saúde, o país ultrapassou os 82,7 mil mortos e os 2,23 milhões de casos confirmados. 

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

Nos EUA, o aumento de tensões com a China não impediu que os índices acionários fechassem todos em alta. O S&P 500 avançou 0,57% aos 3.276,02 pontos.

A pandemia continua a avançando globalmente com mais de 15,2 milhões de infectados e o número de mortos pela Covid-19 somam 624 mil.(Johns Hopkins).

Além do recorde no Brasil, a Califórnia ultrapassou o estado de Nova York como mais atingido pela doença, o Texas registrou nova máxima em número de mortos em um dia. Hong Kong introduziu uma proibição a todas as viagens dos EUA. (Bloomberg)

O governo dos EUA anunciou um acordo de US$ 2 bilhões na quarta-feira com a Pfizer e a biotecnologia alemã BioNTech. O acordo é para comprar 100 milhões de doses da vacina, de modo que, se forem necessárias duas doses para a imunização, o custo da vacina por pessoa será de aproximadamente 40 dólares, o que é o preço médio de uma vacina para gripe. (Reuters)

Na esteira da temporada de balanços do segundo trimestre, o resultado tão esperado da Tesla surpreendeu com lucros, puxado pela venda de créditos regulatórios para outras montadoras. Para a Microsoft, a história foi outra, com a desaceleração das vendas no braço de armazenamento na nuvem. O resultado da Unilever superou as expectativas, com as receitas impulsionadas pelas vendas de desinfetantes para as mãos e sorvetes. O foco de hoje será o Twitter.

Nesta manhã, as bolsas asiáticas fecharam sem direção definida. Na Europa, os índices operam em alta. Os futuros nos EUA  apontam para uma abertura de alta. Hoje são divulgados os novos pedidos de seguro desemprego nos EUA.

RESUMO DOS MERCADOS

Dia Semana Mês Ano
DI Jan 2025 5,57% 8 bps 9 bps -11 bps -88 bps
Dólar PTAX (R$) 5,1111 -2,24% -2,29% -6,66% 26,81%
Ibovespa (pts) 104.289,60 -0,02% 1,38% 9,71% -9,83%
S&P 500 (pts) 3.276,02 0,57% 1,59% 5,67% 1,40%
As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

 

Deixe uma resposta