Nova política monetária do Fed e os últimos destaques

RESUMO DOS MERCADOS

   Cotação  Dia Semana Mês Ano
Ibovespa (pts)    100.623,600,00%-0,88%-2,22%-12,99%
Dólar PTAX (R$)    5,59560,50%-0,19%7,54%38,83%
DI Jan 2025 (bps) 5,93%-51772-52
S&P 500 (pts)   3.484,550,17%2,57%6,52%7,86%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES: o mercado ontem fechou na estabilidade, com o risco fiscal no centro do radar dos investidores e a formalização da nova política monetária do Fed também sendo acompanhada de perto. 

RISCO FISCAL: diante do impasse em torno da elaboração do Renda Brasil, o Palácio do Planalto avalia prorrogar o auxílio emergencial não apenas até dezembro, mas também nos primeiros meses de 2021. A equipe econômica alerta para a falta de recursos. O presidente ainda espera que Guedes apresente uma solução para o Renda Brasil até hoje, sexta-feira (28). (Folha)

ISS: o Senado aprovou o PLP 170/2020um projeto de Lei de regula do recolhimento de ISS pelo município onde o serviço foi prestado e não mais pelo município sede da empresa. O texto que estabelece essa mudança existe desde 2016, mas a transição ainda não havia sido regulada. A ideia é favorecer municípios do interior e cidades menores, visto que hoje 63% de todo o ISS arrecadado fica concentrado em 35 municípios e esse imposto é a principal fonte de receita dos prefeitos que enfrentam restrições de caixa com a pandemia. A votação foi de 66 votos a favor e 3 contra. O projeto segue para sanção presidencial. Há duas grandes polêmicas em relação a essa projeto: a primeira é o lobby de São Paulo, que possui 14 dos 40 municípios que mais arrecadam ISS. A segunda é que o momento dessa aprovação é delicado, pois com a proposta de reforma tributária em andamento, os senadores favorecerem os prefeitos em ano eleitoral, um sinal de que a reforma do governo pode não sair esse ano.

AUMENTO DOS GASTOS: outro ponto de embate de Bolsonaro com o equipe econômica é em relação ao tamanho da máquina pública. O presidente deu sinal verde para um concurso da Polícia Federal, com 2.000 vagas, e indicou que deve fazer o mesmo com a Polícia Rodoviária, o que enfraquece os argumentos do ministro da Economia pela contenção de gastos. Um parecer interno do Ministério da Economia veda novos concursos públicos. ( Folha)

NOVOS CARGOS: a criação de um novo Tribunal Regional Federal, o TRF-6, com sede em Minas Gerais, pode gerar um impacto orçamentário de  R$ 51 milhões com a criação de 111 novos cargos. (O Globo)

CORONAVÍRUS NO BRASIL: o país acumula 3,76 milhões de casos confirmado e 118,6 óbitos em decorrência da Covid-19. (Ministério da Saúde)


OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 
DESTAQUES EXTERNOS: nos EUA discurso do Jerome Powell não trouxe muitas novidades, apenas formalizações de uma mudança que já vinha sendo desenhada. Os índices por lá fecharam o dia sem direção definida com o S&P 500 anotando novo recorde. 

JACKSON HOLE: o presidente do Fed, Jerome Powell, anunciou uma revisão da estrutura de política monetária, na qual passará a adotar uma meta de inflação média. Isso significa que o Fed está disposto a tolerar períodos em que a inflação exceda a meta de 2% para compensar os períodos em que a inflação eventualmente tenha ficado abaixo da marca. (Valor)

ELEIÇÕES NOS EUA: o presidente Donald Trump aceitou a indicação republicana para um segundo mandato na quinta-feira. Em todos os seus pronunciamentos na Convenção do Partido os ataques a Joe Biden foram frontais. Ele disse que uma vitória democrata em novembro exacerbaria o conflito racial e a pandemia de coronavírus. (Reuters)

SEGURO-DESEMPREGO EUA: os novos pedidos de seguro-desemprego caíram para um milhão na semana encerrada em 22 de agosto. Apesar da ligeira queda, o número permanece historicamente alto, sinalizando que as demissões continuam fortes nos EUA. (WSJ

CORONAVÍRUS: no mundo, o número de casos confirmados chegou a 24,5 milhões e os óbitos ultrapassaram os 832 mil. Nos EUA, os infectados somam 5,86 milhões e as mortes chegaram a marca dos 180,8 mil (Johns Hopkins)

HOJE: Na Ásia, as bolsas fecharam sem direção definida, com queda mais forte no mercado japonês, após a renúncia do Primeiro Ministro por motivos de saúde. A Europa opera sem catalisador definido e oscila perto da estabilidade. Em Wall Street os futuros também não apresentam direção específica. 

As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser  divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Um comentário em “Nova política monetária do Fed e os últimos destaques

Deixe uma resposta