Paulo Guedes e o bug da responsabilidade fiscal

O ano de 2020 começou com a expectativa de uma série de reformas, privatizações, e outras medidas econômicas da pasta do ministro Paulo Guedes. Essa agenda foi adiada com a pandemia e agora tenta um retorno à ativa, mas encontra um cenário diferente. Alexandre Espirito Santo explica comenta esse cenário e as implicações no mercado:

Nos últimos dias o mercado vem (usando uma expressão da garotada) bugando! A origem vem da palavra bug, que em tradução livre significa falha. O que quero dizer é que os agentes econômicos, em geral, estão ressabiados com o “posto Ipiranga” do presidente.

Confira a coluna completa no Valor Investe.

Deixe uma resposta