Programa Renda Cidadã e os últimos destaques

RESUMO DOS MERCADOS

   Cotação  Dia Semana Mês Ano
Ibovespa (pts)94.666,40-2,41%-2,41%-4,73%-18,14%
Dólar PTAX (R$)5,58580,34%0,34%2,09%38,59%
DI Jan 2025 (bps)6,65%44447420
S&P 500 (pts)3.351,601,61%1,61%-4,25%3,74%

BRASIL EM FOCO
DESTAQUES: os mercados no Brasil abriram a semana se descolando do exterior, com forte queda nas ações e os juros futuros explodindo ao longo de toda a curva. O principal catalisador desse movimento foi a apresentação do Renda Cidadã que levantou dúvidas sobre a sustentabilidade da dívida pública e o adiamento do anúncio da segunda fase da Reforma Tributária.

RENDA CIDADÃ: o relator da PEC do Pacto Federativo, senador Márcio Bittar (MDB-AC), anunciou que o governo Jair Bolsonaro e os líderes governistas chegaram a um consenso e que o Renda Cidadã – programa que substituirá o Bolsa Família – deverá ser financiado com recursos destinados a precatórios e também ao Fundeb. Segundo Bittar, “usaremos limite de 2% das receitas correntes líquidas para pagar precatório. O que sobrar desse recurso vai ser para criar e patrocinar esse programa […] e o governo poderá utilizar até 5% dos novos recursos do Fundeb”.  A grande questão levantada pelo mercado, congressistas e inclusive pelo Bruno Dantas do TCU foi que essas medidas dão a impressão que o governo está tentando burlar o teto dos gastos com uma “contabilidade criativa” que que assemelha a uma pedalada. Os recursos do Fundeb não entram no teto dos gatos e limitar o pagamento dos precatórios, de acordo com muitos críticos, seria um calote da União. (Valor / Folha)

REFORMA TRIBUTÁRIA:outro ruído que contribuiu para a queda dos mercados foi o fato de a apresentação da segunda fase da reforma tributária ter sido adiada por falta de consenso sobre o novo imposto sobre transações digitais. (O Globo)

RELATÓRIO FOCUS: a principal alteração nas expectativas foram em relação à inflação, que continua subindo de acordo com a mediana dos economistas consultados. O IPCA para o fim de 2020 já está em 2,05% e o IGP-M em 15,64%. (BCB)

PRESCRIÇÃO FUTURA DO COPOM:  em sua coluna semanal no Valor Investe, Alexandre Espírito Santo explica o que é o forward guidance – ou prescrição futura – que o Copom apresentou como mecanismo alternativo de estímulo e comenta também suas consequências para a política monetária. 

CORONAVÍRUS NO BRASIL: o país ultrapassou os 4,74 milhões de casos confirmados e 142 mil óbitos em decorrência da Covid-19. (Ministério da Saúde)


OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 
 DESTAQUES EXTERNOS: a perspectiva de que o novo pacote de estímulos pode sair do impasse no Congresso americano impulsionou as ações e todos os índices registraram um forte avanço, puxados principalmente pelos papel de empresas ligadas ao crescimento econômico. O segmento de energia e o financeiro, que apresentam os piores desempenhos no acumulado de 2020 até o momento, encerraram a sessão desta segunda com ganhos significativos de +2,33% e +2,27% respectivamente, liderando as altas diárias do S&P 500. ( Valor)

ELEIÇÕES EUA: de acordo com uma nova pesquisa realizada entre gestores de fundos responsáveis por US$ 3 trilhões em ativos americanos, 60% acreditam numa vitória democrata nas eleições para presidente dos EUA em novembro. O impacto disso para o mercado também depende das eleições para o Congresso, além de como será a resposta de Trump a uma eventual derrota. (Valor)

IMPOSTO DE RENDA DO TRUMP: às vésperas do primeiro debate entre os candidatos a presidente dos EUA, a campanha de Biden ganhou uma nova linha de ataque ao presidente Donald Trump, que no debate de hoje deverá ser confrontado sobre a aparente tentativa de burlar o sistema para evitar o pagamento de  impostos.  Pelo Twitter, Trump se justificou atacando:  “A  mídia de Fake News, assim como à época das eleições de 2016, está trazendo à tona meus impostos e todos os tipos de outras bobagens com informações obtidas ilegalmente e apenas más intenções. Paguei muitos milhões de dólares em impostos, mas tinha direito, como todo mundo, à depreciação e créditos fiscais”. Reuters)

PACOTES DE ESTÍMULOS:  os democratas da Câmara divulgaram um pacote de ajuda para o coronavírus de US$ 2,2 trilhões que restauraria os US$ 600 por semana para benefícios de desemprego. A presidente da Câmara, Nancy Pelosi falou com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, na noite de segunda-feira, e os dois concordaram em falar novamente na manhã de hoje. Há expectativa de que a proposta seja votada até o fim dessa semana.( WSJ)

CORONAVÍRUS: o número de mortos pela Covid-19 no mundo ultrapassou a marca de 1 milhão e os casos confirmados somam 33,3 milhõesNos EUA os infectados são 7,15 milhões e os óbitos chegaram a 205 mil.  (Johns Hopkins)

HOJE: na Ásia, os mercados fecharam com variações mistas. Os índices na Europa operam no negativo e os futuros de Wall Street não apontam para uma abertura definida. Hoje no Brasil saem os dados do CAGED e à noite os PMIs da China para setembro, além disso, Trump e Biden se enfrentam no primeiro debate antes das eleições de novembro.

Um comentário em “Programa Renda Cidadã e os últimos destaques

Deixe uma resposta