BNDES libera acesso a grandes empresas à linha emergencial de crédito e os últimos destaques

RESUMO DOS MERCADOS

   Cotação  Dia Semana Mês Ano
Ibovespa (pts)95.615,10-0,49%1,70%1,07%-17,32%
Dólar PTAX (R$)5,5205-1,94%-2,23%-2,13%36,97%
DI Jan 2025 (bps)6,68%11-142623
S&P 500 (pts)3.360,95-1,40%0,37%-0,06%4,03%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES: o arrefecimento das negociações sobre um pacote de estímulos nos EUA e o pessimismo na fala de Jerome Powell, presidente do Fed, se somaram à indefinição quanto ao anúncio do Renda Cidadã e explicam o dia de queda no mercado de ações.

RENDA CIDADÃ: Marcio Bittar (MDB-AC) adiou o anúncio do Renda Cidadã, que estava marcado para hoje. O Senador disse que a proposta será apresentada somente na semana que vem, e isso “se Deus quiser”. Por outro lado, interlocutores e auxiliares próximos a Jair Bolsonaro vêm veiculando que o presidente já deixou claro que não irá apoiar medidas impopulares para o financiamento do Renda Cidadã antes do resultado das eleições municipais. Já se fala em deixar para dezembro qualquer proposta. (Folha / O Globo)

AUXÍLIO EMERGENCIAL: a dificuldade em definir e votar na Câmara e no Senado o Renda Cidadã ainda em 2020, vem pressionando o governo federal a prorrogar novamente o auxílio emergencial por mais 3 meses, até março de 2021. (Poder 360)

PRESSÃO DOS EMPRESÁRIOS: . preocupados com a deterioração do quadro fiscal do país, líderes de grandes empresas como Horácio Piva, da Klabin, e Pedro Wongtschowski, do grupo Ultra, além do economista Marcos Lisboa, presidente do Insper, têm se movimentado nas últimas semanas para pressionar o governo, o Congresso e o Judiciário em torno de uma agenda única de reformas. (Valor)

EMPRÉSTIMOS: o BNDES liberou a grandes empresas o acesso à linha emergencial de crédito garantida pelo Tesouro, que até esta terça (6) era permitido apenas a companhias com faturamento anual até R$ 300 milhões. O Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (PEAC) já liberou R$ 60 bilhões. (Folha)

CORONAVÍRUS NO BRASIL: o país ultrapassou os 4,96 milhões de casos confirmados e 147,4 mil óbitos em decorrência da Covid-19. (Ministério da Saúde)


OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

DESTAQUES EXTERNOS: em Wall Street, após Trump suspender a negociação do pacote de estímulos, mesmo com os pedidos reiterados de Jerome Powell de que a economia precisaria de uma política fiscal ainda mais expansionista, os índices terminaram o dia em queda. 

PACOTE DE ESTÍMULOS: o presidente Donald Trump surpreendeu conselheiros de campanha e aliados no Congresso ao enterrar qualquer chance de um novo estímulo econômicos. Pelo Twitter, o presidente disse o que voltaria às negociações “imediatamente após eu ganhar” a eleição. Durante a madrugada, contudo, em um espaço de 2h, Trump tweetou ou retweetou quase 40 vezes com mensagens contraditórias pedindo apoio para as companhias aéreas e o Paycheck Protection Program para pequenos negócios. (Bloomberg)

BCE: na Europa, a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse que a autoridade está preparada para injetar mais estímulos monetários para dar suporte à recuperação da economia da zona do euro, incluindo o corte dos juros para terreno ainda mais negativo. Lagarde salientou que “Já não estamos isolados […] Ao contrário do que sucedeu durante a crise financeira, temos políticas monetárias e orçamentárias trabalhando em conjunto e tentando beneficiar-se mutuamente.” (Valor)

VACINA: a Casa Branca deixou de lado suas objeções e endossou os planos da Food and Drug Administration (FDA) para avaliar se uma vacina Covid-19 deveria ser ou não liberada ao público. Isso torna provável que uma injeção não esteja pronta até depois da eleição, contrariando a expectativa de Trump de que a profilaxia ao coronavírus já estaria em fase de aplicação antes do pleito de Novembro. (WSJ)

ELEIÇÕES EUA: Joe Biden, expandiu sua liderança sobre o presidente Donald Trump em Michigan e os dois candidatos travam uma disputa acirrada na Carolina do Norte, de acordo com pesquisas de opinião Reuters / Ipsos divulgadas na terça-feira. Em Michigan, Biden teria 51% das intenções de voto enquanto Trump teria 43%.  Na Carolina do Norte, ambos estão empatados com 47%. (Reuters)

CORONAVÍRUS: o número de mortos pela doença no mundo ultrapassou os 1,05 milhão e os casos confirmados somam 35,8 milhõesNos EUA os infectados são 7,5 milhões e os óbitos chegaram a 210,9 mil.  (Johns Hopkins)

HOJE: na Ásia os mercados fecharam sem direção definida com a o Nikkei em leve queda. O feriado continua na China. Os índices na Europa operam entre leves ganhos e perdas. Os futuros de Wall Street apontam para um abertura em alta, após as quedas expressivas do último pregão e com os tweets de Trump. Hoje, será liberada a ata do FOMC e, à noite, o vice-presidente Mike Pence e Kamala Harris se enfrentam no único debate vice-presidencial antes da eleição, com ambos os candidatos separados por um vidro para evitar qualquer contaminação.

As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Deixe uma resposta