Agenda de Reformas: Paulo Guedes diz que até 2021 quatro estatais devem ser privatizadas e os últimos destaques

Quarta-feira, 11 de novembro de 2020

RESUMO DOS MERCADOS

Cotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)105.067,001,50%4,10%11,83%-9,15%
Dólar PTAX (R$)5,36961,66%-2,92%-6,97%33,22%
DI Jan 2025 (bps)6,58%147-1613
S&P 500 (pts)3.545,53-0,14%1,03%8,43%9,74%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O cenário global mais favorável ao risco, com a redução da incerteza das eleições americanas e a perspectiva positiva com a vacina da Pfizer, contribuiu para o sexto pregão de alta do índice brasileiro. Os riscos político e fiscal no Brasil continuam, mas parecem não fazer preço até o momento. 
O barril do Brent teve alta de 3,00% a US$ 43,67, enquanto o barril do WTI subiu 2,78% a US$ 41,41. As ações da Ultrapar ON registraram ganhos de 8,45%, seguidas por Petrobras ON (7,95%), Santander units (7,66%), Ambev ON (6,96%) e Petrobras PN (6,80%).

CORONAVAC

Um problema de comunicação entre o Butantan e a Anvisa sobre o evento adverso grave com um paciente da Coronavac parece ter sido a causa da suspensão dos estudos. A morte do voluntário, ao que tudo indica, foi suicídio. Na sexta-feira (06) a Anvisa não teria recebido a informação do Butantan em função de problemas técnicos causados pelo ataque hacker a diversos órgãos públicos brasileiros.  Em meio à essa polêmica, a postura do presidente Bolsonaro, de politizar o tema nas redes sociais, foi criticada por diversos políticos e autoridades. (CNN / O Globo)

RUÍDOS

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (10) que “tudo agora é pandemia, tem que acabar com esse negócio, pô. Lamento os mortos, lamento. Todos nós vamos morrer um dia, aqui todo mundo vai morrer. Não adianta fugir disso, fugir da realidade. Tem que deixar de ser um país de maricas” e ainda complementou que “quando acabar a saliva, tem que ter pólvora ” ao se referir a possíveis barreiras comerciais impostas por outros países condicionadas à preservação da Amazônia. Pelo TwitterRodrigo Maia respondeu que: “entre pólvora, maricas e o risco à hiperinflação, temos mais de 160 mil mortos no país, uma economia frágil e um estado às escuras. Em nome da Câmara dos Deputados, reafirmo o nosso compromisso com a vacina, a independência dos órgãos reguladores e com a responsabilidade fiscal.

AGENDA DE REFORMAS

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira, em evento promovido pela Bloomberg, que quatro empresas estatais – Eletrobras, Correios, Porto de Santos e PPSA – deverão estar privatizadas até o final de 2021. Mais uma vez o ministro alega que dificuldades na articulação política impedem o andamento da agenda de reformas, mas que agora o governo encontrou seu eixo político para acelerar esse processo. Um dos entraves principais à privatização da Eletrobras é a oposição de estados do Norte. 

Bolsonaro teria ligado ontem para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para falar sobre o projeto de privatização da estatal. Alcolumbre, que já era resistente ao tema, está ainda mais firme, após o apagão que atinge o Amapá e tem dito a aliados que está chateado com a demora do Governo Federal em resolver o problema em seu estado e, por isso, estaria disposto a não colocar matérias que tratam do tema energia em votação na Casa. (Valor / CNN)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

O país ultrapassou os 5,69 milhões de casos confirmados e 162,8 mil óbitos em decorrência da Covid-19. (Ministério da Saúde)


OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

DESTAQUES EXTERNOS

Em Wall Street, os índices fecharam sem direção definida, com uma migração setorial em andamento. Os investidores estão reajustando suas carteiras vendendo ações de empresas de tecnologia e comprando aquelas mais expostas ao ciclo de crescimento global. Esse movimento se reflete na alta do Dow Jones e na queda do Nasdaq pela composição de suas carteiras teóricas. Setores do S&P 500 ligados ao à recuperação pós-pandemia como o de energia e indústria avançaram 2,52% e 1,79%, respectivamente, ontem. Por outro lado, os papéis de tecnologia registraram o pior desempenho diário e caíram 1,94%.

TRANSIÇÃO

O presidente eleito Joe Biden ignorou o esforço de Donald Trump de questionar os resultados das eleições. Ele avança com o plano de transição, mesmo enquanto o presidente busca uma luta legal multiestadual apoiada por aliados republicanos.  Ao não reconhecer a derrota, Trump está impedindo a equipe do presidente eleito de acessar recursos essenciais para a transição como dados detalhados de agências do governo e orçamento para a equipe de transição. Biden chamou essa resistência de Trump de “constrangimento”(Bloomberg)

RECONTAGEM DOS VOTOS

Nos EUA, é relativamente comum ter recontagem de votos, especialmente nos pleitos locais. Nos últimos 20 anos em apenas 3 casos a recontagem mudou o resultado preliminar e nenhum desses casos foi em eleição presidencial.  Um estudo realizado no ano passado pelo grupo não-partidário Fair Vote concluiu que os estados realizaram 31 recontagens ao todo entre 2000 e 2019, e que o resultado mudou em uma corrida para governador no estado de Washington, em 2004, em uma disputa para para auditor estadual em Vermont, em 2006 e também mudou resultado de uma disputa pelo Senado dos EUA, em Minnesota em 2008. Neste último caso, a cadeira no Senado ficou vaga por seis meses à espera da recontagem.

Em Wisconsin, onde a campanha de Trump disse que buscará uma recontagem este ano, os votos presidenciais foram recontados quando Trump foi eleito em 2016. O processo adicionou 131 votos à contagem de Trump.  A recontagem presidencial na Flórida em 2000, quando George W. Bush tinha 1.784 votos à frente de Al Gore, em um estado que determinaria qual deles seria o presidente, foi para a Suprema Corte que declarou que Bush havia vencido por 537 votos. (Reuters)

CORONAVÍRUS

Os EUA bateram outro recorde de um único dia para casos de coronavírus, com o número total de novas infecções ultrapassando 136.000, e as hospitalizações devido à Covid-19 estão em seu nível mais alto desde o início da pandemia. O número total de casos confirmados no país ultrapassou 10,2 milhões. O Texas se tornou o primeiro estado do país a ultrapassar um milhão de casos. A Califórnia agora tem o segundo maior número de casos nos EUA, com mais de 990.000. No mundo, os casos ultrapassam os 51 milhões e 1,27 milhão de mortes. (Johns Hopkins / Financial Times)

HOJE

Na Ásia, os mercados fecharam sem direção definida. Os índices, na Europa, operam em leve alta. Os futuros nos EUA apontam para uma abertura positiva. Hoje, saem os dados das vendas no varejo no Brasil para setembro e o mercado também deve acompanhar o discurso da Christine Lagarde, presidente do BCE.

Deixe uma resposta