Plano Mais Brasil é discutido por Athur Lira e Paulo Guedes e os últimos destaques

Sexta-feira, 05 de fevereiro de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

Cotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)119.260,80-0,39%3,64%3,64%0,20%
Dólar PTAX (R$)5,39100,91%-1,56%-1,56%3,74%
DI Jan 2025 (bps)6,31%12-3-366
S&P 500 (pts)3.871,741,09%4,25%4,25%3,08%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O Ibovespa encerrou o dia em queda, interrompendo uma sequência de três altas. A cautela veio após o presidente Bolsonaro anunciar medidas sobre o preço do combustível.        

MEDIDAS SOBRE COMBUSTÍVEL

Bolsonaro, pressionado pelos caminhoneiros, disse ontem, em sua live, que irá se reunir com ministros e com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, para discutir a possibilidade de apresentar ao Congresso um projeto que torna fixo o percentual do ICMS sobre os combustíveis. O encontro está previsto para às 9h e contará com ministros Paulo Guedes, da Economia, Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura e Bento Albuquerque, de Minas e Energia entre outros. ( Valor)

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Paulo Guedes, afirmou na noite desta quinta-feira (04), após reunião com o novo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que um novo auxílio emergencial, caso necessário, deve alcançar cerca de metade dos 64 milhões de beneficiários contemplados no ano passado. Guedes admitiu a possibilidade, mediante o compromisso de “dispararmos as cláusulas necessárias, em um ambiente fiscal robusto”. O ministro acrescentou que “se apertarmos o botão da calamidade pública, podemos atender algumas coisas, travando outras”.  (Valor)

PLANO MAIS BRASIL

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), se reuniu com Paulo Guedes para conversar sobre as PECs do chamado “Plano Mais Brasil”, enviado ao Congresso em 2019. Entre as propostas está o Pacto Federativo, que revê regras fiscais e injeta recursos nos Estados e municípios; a PEC Emergencial, que visa abrir R$ 28bi no Orçamento em dois anos e até R$ 50bi em uma década, e a PEC dos Fundos Públicos, que retira o carimbo de R$ 220 bilhões em recursos hoje parados em fundos do governo. Lira disse ainda que a proposta de autonomia do Banco Central já aprovada no Senado, será pauta na próxima semana. (Estadão)

VALE E O GOVERNO DE MINAS GERAIS

O governo de Minas Gerais, o Ministério Público e a Vale assinaram um acordo no valor de R$ 37,68 bilhões visando a reparação dos danos socioambientais causados pelo rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, em 2019. Apesar da resolução, as ações individuais por indenizações seguem tramitando nas esferas judiciárias. O compromisso, contudo, não prevê um teto financeiro a ser gasto com a reparação do meio ambiente.

“Com relação à reparação socioeconômica para o estado, o valor está definido. Mas se amanhã for detectado um novo dano ambiental, a empresa terá que arcar com ele. Se amanhã nascer uma criança com um problema, que for efeito dessa tragédia, a empresa vai ter que arcar. Esse valor é um teto, poderá ir além, mas não a menos”. (G1)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h foram registrados 56 mil novos casos e 1.232 mortes. Desde o início da pandemia, o país acumula 228 mil óbitos e 9,3 milhões de casos confirmados de Covid-19. (Ministério da Saúde


OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

DESTAQUES

Os índices norte-americanos fecharam em alta, após queda nos pedidos de seguro-desemprego semanais, debates sobre o pacote de estímulos e aceleração da vacinação no país.  As bolsas europeias fecharam majoritariamente em alta, seguindo os índices de Nova York e com os resultados corporativos positivos das companhias europeias. A exceção ficou por conta de Londres, que fechou em queda de -0,06%, pressionada pela alta da libra, após anúncio do Banco Central da Inglaterra sobre a taxa de juros.   

SENADO AMERICANO

O Senado norte-americano se reuniu para deliberar sobre alguns itens do pacote de US$ 1,9 tri proposto por Joe Biden. Os senadores apoiaram uma emenda que proíbe o aumento salarial mínimo federal durante a pandemia. “Um salário mínimo federal de US$ 15 seria devastador para as pequenas empresas mais atingidas em um momento que elas menos podem pagar.”. Entretanto, o Senado aprovou por unanimidade bloquear o aumento dos impostos sobre pequenas empresas durante a pandemia. Os legisladores concordaram restringir os cheques diretos de US$ 1.400 por um nível de renda, ainda não definido. ( NYT)

DECISÃO DO BOE

O Banco Central da Inglaterra manteve a política monetária inalterada, decidindo por unanimidade manter a taxa básica de juros em 0,1% ao ano e a meta de compra de títulos em US$ 1,2 tri. autoridade monetária também disse aos bancos para começarem a se preparar para taxa de juros negativas.  (Bloomberg)

VACINAÇÃO NOS ESTADOS UNIDOS

 A Johnson & Johnson solicitou aos órgãos reguladores norte-americanos a aprovação do uso emergencial da sua vacina, o que poderia levar milhões de doses disponíveis a intensificar o programa de vacinação dos Estados Unidos. A vacina desenvolvida pela farmacêutica tem 72% de eficácia nos casos de prevenção e 100% para os casos mais graves. (Bloomberg

TEMPORADA DE BALANÇOS

Royal Dutch Shell reportou perda US$ 19,9bi em 2020. O DEUTSCHE BANK registrou lucro de € 624mi, revertendo uma perda de € 5,27bi em 2019. A Nokia reportou lucro operacional de € 1,1 bi, ficando acima das expectativas de mercado que eram de 955,3 milhões de euros.

CORONAVÍRUS

Nos EUA, os casos de Covid-19 já somam 26 milhões e as mortes ultrapassam 455 mil. No mundo são 104 milhões de infectados e 2 milhões de óbitos.(Johns Hopkins / Financial Times

HOJE

As bolsas asiáticas fecharam em alta, com destaque para os índices do Japão. Na Europa, as bolsas operam no campo positivo, assim como os futuros em Wall Street. Na agenda do dia, os investidores vão ficar atentos ao payroll e à divulgação da taxa de desemprego nos EUA.

Deixe uma resposta