Petrobrás anuncia aumento no preço da gasolina e os últimos destaques

Terça-feira, 09 de fevereiro de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

Cotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)119.696,40-0,45%-0,45%4,02%0,57%
Dólar PTAX (R$)5,3670-0,40%-0,40%-1,99%3,28%
DI Jan 2025 (bps)6,38%66473
S&P 500 (pts)3.915,590,74%0,74%5,43%4,24%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O Ibovespa fechou em baixa, pressionado pela queda nas ações da Petrobras, após a empresa anunciar que reajustará os preços da gasolina, diesel e do gás da cozinha a partir desta terça-feira (09). As notícias quanto a um novo auxílio emergencial também trouxeram pessimismo aos ativos brasileiros.

PREÇO DA GASOLINA

A Petrobras anunciou o aumento dos preços da gasolina (R$ 0,17), do diesel (R$ 0,13) e do GLP (R$ 0,14) a partir das 00:00 de hoje (09). O movimento representa uma alta média de 8,2%, 6,2%, 5,1%, respectivamente nas refinarias. O anúncio pegou os investidores de surpresa, visto que na última sexta-feira (05), a estatal informou que a janela para verificação do alinhamento dos preços domésticos ao mercado internacional passou de trimestral para anual. Segundo o comunicado divulgado nesta segunda, a empresa alegou ” que os valores praticados têm como referência os preços de paridade de importação e, dessa maneira, acompanham as variações do valor dos produtos no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo”. (CNN)

NOVA CPMF

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) afirmou que aceita a criação de um novo imposto, aos moldes da CPMF, desde que não haja aumento da carga tributária. “Não sou refratário a qualquer tipo de iniciativa, desde que isso não implique aumento de impostos. Criar mais um tributo mantendo os atuais não é possível. Não pode haver intransigência a qualquer ideia que seja”, afirmou Pacheco. (Valor)

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado, afastou a possibilidade da retomada do auxílio emergencial estar condicionada à aprovação de propostas de cortes de gastos no Congresso. O senador afirmou que irá conversar com o ministro Paulo Guedes e espera uma solução ainda esta semana. “O que precisamos realmente é destravar essa pauta e concomitantemente o governo nos dê os instrumentos aptos para já atender às pessoas,o que não podemos é condicionar a realização disso (auxílio) à entrada em vigor de medidas desse tipo porque a emergência e a urgência da situação relativas a essa assistência social não podem esperar.“. Pacheco disse também que pretende instalar a Comissão Mista de Orçamento, que é responsável por analisar o projeto, nesta terça-feira (09), mas para tal se faz necessário o alinhamento com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). (Estadão)

RODRIGO MAIA

Rodrigo Maia (DEM-RJ), confirmou que irá deixar o seu atual partido para fazer oposição a Bolsonaro. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), convidou o ex-presidente da Câmara para se afiliar ao seu partido. Além do PSDB, Cidadania e MDB também querem contar com o deputado. Um outro caminho pode ser via uma fusão partidária entre Cidadania, PV e Rede. ( Estadão / Valor)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h foram registrados 23 mil novos casos e 636 mortes. Desde o início da pandemia, o país acumula 232 mil óbitos e 9,5 milhões de casos confirmados de Covid-19. (Ministério da Saúde)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

DESTAQUES

As bolsas de Nova York encerraram o dia em alta, em meio a expectativas quanto à aprovação do pacote de estímulos de US$ 1,9 tri proposto pelo presidente Joe Biden. Na Europa, os índices fecharam em alta com os investidores atentos à aprovação do pacote nos Estados Unidos e à tentativa do ex-presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, formar um governo na Itália. 

PACOTE DE ESTÍMULOS

Os deputados democratas estão propondo limitar o pacote de estímulos à famílias americanas que ganham menos de US$ 200.000 anuais . Segundo o projeto divulgado nesta segunda-feira (08), seriam enviados cheques de US$ 1.400 às pessoas solteiras que ganham até US$ 75.000 ao ano ou a casais que ganham até US$150.000.

O texto rejeita ideias levantadas por alguns democratas mais moderados que propuseram que os pagamentos fossem feitos para pessoas que ganhem US$ 50.000 ao ano ou famílias que ganhassem US$ 100.000. A elegibilidade para o programa seria baseada nas declarações fiscais de 2019 e 2020. A proposta dos democratas visa ainda estender o pagamento do seguro-desemprego de US$ 400 semanais até 29 de agosto. (WSJ )

SALÁRIO MÍNIMO NOS ESTADOS UNIDOS

Segundo um estudo do CBO, Congressional Budget Office, a elevação do salário mínimo de US$ 7,25 para US$ 15 por hora, até 2025, uma das propostas de Joe Biden, poderia levar 900.000 americanos para acima do limite da pobreza, mas, como consequência, poderia também aumentar o desemprego nos Estados Unidos .

O CBO, argumenta que o aumento faria com que os preços subissem, assim como o déficit orçamentário federal e a produção global econômica retraísse na próxima década. Salários mais altos elevam o custo de produção de bens e serviços e as empresas repassariam tais mudanças aos consumidores aumentando os preços dos produtos e serviços, reduzindo a demanda. (WSJ

IMPEACHMENT DE TRUMP

O julgamento de segundo processo de impeachment de Donald Trump, está marcado para começar nesta terça-feira (09). Primeiro será julgado se o processo é ou não constitucional, que será votado por maioria simples. Muitos republicanos argumentam que julgar um ex-presidente após ele deixar o cargo é inconstitucional. (Bloomberg)  

GOVERNO ITALIANO

O ex-presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, está perto de formar um novo governo  na Itália após ter ganho o apoio dos maiores partidos do país. O Movimento Cinco Estrelas, maior partido da câmara baixa, e a Liga de Matteo Salvini, partido de direita com o maior número de eleitores, já declararam apoio à Draghi.

O ex-presidente do BCE disse ontem aos legisladores que fará um orçamento comum da zona do euro caso ele se torne primeiro-ministro. O mesmo deve anunciar suas escolhas para o seu gabinete ainda essa semana. Mario já esboçou um programa focado na participação de cerca de US$ 252bi da União Europeia, visando mais investimentos, menos incentivos e a necessidade de uma reforma tributária. ( Bloomberg)

CORONAVÍRUS

Nos EUA, os casos de Covid-19 já somam 27 milhões e as mortes ultrapassam 466 mil. No mundo são 106 milhões de infectados e 2 milhões de óbitos. (Johns Hopkins / Financial Times


HOJE

Na Ásia, os mercados fecharam em alta. A Europa opera no negativo, assim como os futuros dos EUA. Na agenda de indicadores tem o IPCA, às 9h, ofertas de empregos Jolts nos EUA. 

Deixe uma resposta