Com nova variante em vários estados, Brasil enfrenta dificuldades na imunização contra covid-19 e os destaques da semana

Panorama Semanal de 13 a 19 de fevereiro*

O nó na disponibilidade e continuidade do plano de imunização contra Covid-19 no Brasil foi um dos destaques do noticiário da semana, bem como a prisão do deputado federal Daniel Silveira.

PRISÃO DO DEPUTADO DANIEL SILVEIRA

O mandado de prisão foi assinado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre Moraes. O motivo: Silveira postou um vídeo com ofensas e acusações a ministros do STF e apologia ao AI-5. Ao ser preso, ele desafiou Moraes, também em vídeo.

O pleno do STF confirmou por unanimidade a decisão de Moraes e manteve a prisão. Em outra frente, a Procuradoria Geral da República apresentou denúncia contra o deputado, entre outros motivos, por incentivar uma ruptura institucional.

Aliado do presidente Jair Bolsonaro, Silveira é o deputado que quebrou, durante evento político, uma placa em homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018.

Na Câmara dos Deputados, o assunto está agora no Conselho de Ética, que foi reativado. A Mesa Diretora pediu a abertura de processo por quebra de decoro. A votação que decidirá se o parlamentar terá sua prisão revogada ou não está marcada para às 17h desta sexta-feira. 

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, disse que este “não é um assunto do governo”.

DESAFIOS DA IMUNIZAÇÃO

Frente às dificuldades de dar sequência à imunização, por falta de doses da vacina, o Ministério da Saúde divulgou um planejamento esta semana. O cronograma previa distribuir 220 milhões de doses até julho. Do total, 11,3 milhões de doses seriam entregues no início da semana que vem aos estados.

Mas o próprio Ministério anunciou no dia seguinte que não cumprirá este planejamento, porque o Instituto Butantan fornecerá 2,7 milhões de doses agora em fevereiro, e não 9,3 milhões. O Butantan, por sua vez, informou que são 3,6 milhões de doses este mês e disse que o “desgaste diplomático causado pelo governo brasileiro em relação à China” foi a causa do atraso da chegada da matéria-prima necessária à produção da vacina no país.

A Fiocruz confirmou a presença, no Rio, da variante do vírus de Manaus, que também já foi identificada em outros dez estados. Por enquanto o que mais preocupa nessa variante é uma taxa de transmissão maior.

Um escândalo também foi destaque na imprensa e redes sociais: as “vacinas de vento”, golpe em que profissionais de saúde fingiam aplicar o imunizante em idosos.

No mundo, de acordo com a OMS, o número de mortes por Covid-19 vem caindo. O Brasil já soma mais de 10 milhões de infectados.

DECRETOS DE ARMAS

Em paralelo às notícias sobre a Covid-19, a polêmica sobre os decretos de armas ganha espaço nas manchetes. São quatro decretos do governo com medidas que ampliam a posse de armas no país. O PSB entrou com uma ação no Supremo, alegando que os decretos são inconstitucionais.

AUXILIO EMERGENCIAL

No Legislativo, paira a discussão sobre a volta do auxílio emergencial, combinado com a questão fiscal. A perspectiva é que a PEC Emergencial e do Pacto Federativo sejam votadas, como uma proposta única, na semana que vem, de acordo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. A inclusão de uma cláusula de calamidade pública tornaria possível a liberação de gastos para a implementação do auxílio emergencial.

NOVO REAJUSTE NOS COMBUSTÍVEIS

Na Economia, repercutiu o anúncio do reajuste de preços do diesel e da gasolina, seu possível impacto sobre a inflação e, consequentemente, a taxa básica de juros, a Selic. Mas Bolsonaro prometeu zerar os impostos sobre diesel e gás de cozinha e afirmou que “alguma coisa vai acontecer na Petrobras”, gerando ruídos de ingerência da empresa e oscilação nas ações da companhia.

ECONOMIA NOS EUA

Nos EUA, surpreendeu o aumento no número semanal dos pedidos de seguro-desemprego, um dos indicadores de que a economia não está em rota forte de recuperação. O Congresso americano ainda está discutindo o pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão, do presidente Joe Biden.

IMPEACHMENT DE TRUMP

E o ex-presidente Donald Trump foi absolvido de seu segundo processo de impeachment. O Senado votou 57-43 a favor da condenação mas eram necessários 2/3 dos votos.

SONDA PERSEVERANCE EM MARTE

Na esfera interplanetária, destaque absoluto para o pouso em Marte da sonda Perseverance, da Nasa, após sete meses de viagem. A sonda busca vestígios de vida em Marte.

No pregão desta quinta-feira pós-carnaval, o Ibovespa caiu 0,96%, aos 119.198 pontos. O dólar teve alta de 0,49%, cotado a R$ 5,44.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

* Dados atualizados até as 9h30 de 19/2

Deixe uma resposta