Pacote de estímulos dos EUA avança para fase final no Senado e os últimos destaques

Sexta-feira, 05 de março de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

Cotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)112.690,201,35%2,41%2,41%-5,32%
Dólar PTAX (R$)5,6008-2,33%1,28%1,28%7,77%
DI Jan 2025 (bps)7,15%-16-8-8150
S&P 500 (pts)3.768,47-1,34%-1,12%-1,12%0,33%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O Ibovespa fechou em alta, impulsionado pela valorização das ações do setor bancário e pela aprovação, em 2° turno da PEC Emergencial no Senado, que agora seguirá votação na Câmara. Entretanto, o mau humor observado nos mercados nos Estados Unidos limitaram os ganhos na bolsa brasileira. 

PEC EMERGENCIAL

O Senado concluiu a votação em 2° turno da PEC Emergencial, que permitirá ao governo federal o pagamento do auxílio emergencial fora do teto de gastos do Orçamento e do limite de endividamento da União em 2021. A aprovação da PEC só foi possível após acordo entre governo e a oposição para a quebra de interstício (prazo). Sem o acordo, o segundo turno ficaria para a próxima semana. Durante a votação, os senadores rejeitaram um destaque do PT, que pedia a supressão do limite.

O valor, a duração e a abrangência do novo auxílio ainda serão definidos pelo Executivo. O texto seguirá para aprovação na Câmara, onde o presidente Arthur Lira (PP-AL) afirmou que pretende votar a admissibilidade da proposta na próxima terça-feira (09), visando a votação dos dois turnos no dia seguinte. Lira afirmou ainda que os líderes partidários têm até terça-feira (09) para fecharem um acordo, caso contrário, seguirá a proporcionalidade para distribuir colegiados entre as bancadas. ( Agência Senado de Notícias)

AUXÍLIO EMERGENCIAL

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou que o Congresso buscará o valor mais digno para o pagamento aos beneficiados pelo auxílio emergencial, dentro das limitações contidas na PEC Emergencial. “Dentro da responsabilidade fiscal, das limitações agora impostas pela PEC, obviamente o objetivo do Congresso Nacional é sempre ter o valor mais digno para as pessoas” . Pacheco ressaltou que o país tem limitações fiscais e, por isso, buscará fazer algo “muito equilibrado” em relação ao benefício, visando assistir o maior número possível de pessoas no Brasil. Ainda de acordo com o presidente do Senado, após a aprovação do auxílio, será preciso discutir um novo programa de assistência social para as pessoas. (CNN

BANCO DO BRASIL

Quatro conselheiros de administração do Banco do Brasil registraram na ata da reunião extraordinária ocorrida no dia  2 de março, os seus respectivos apoios à gestão do atual presidente André Brandão, solicitando que o mesmo permaneça no cargo. Na semana passada, Brandão colocou seu cargo à disposição, após não haver entendimento entre ele e o presidente Jair Bolsonaro, pelo plano de enxugamento de agências e cortes de funcionários no Banco do Brasil.

Entre os conselheiros que se manifestaram, dois foram indicados pelo Ministério da Economia e dois foram eleitos pelos acionistas minoritários. De acordo com os membros do Conselho, “Em apenas 5 meses de mandato, evidenciou sua capacidade de liderar a organização para além dos desafios que se impõem à competitiva indústria financeira, no melhor interesse da companhia e de seus stakeholders, tendo demonstrado alta performance na implementação da Estratégia Corporativa …” (Estadão)

TEMPORADA DE BALANÇOS

Grendene reportou lucro líquido de R$ 309 milhões no 4° trimestre de 2020, um crescimento de 47,7% em relação ao mesmo período de 2019, o lucro líquido anual ficou em R$ 405,2 mi, representando uma retração de 50,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior. A Azul  registrou um prejuízo de R$ 317,4 milhões no 4° trimestre de 2020, apontando o melhor desempenho desde o começo da pandemia. No total, as perdas em 2020 somaram R$ 10,8 bilhões.  A B2W anunciou prejuízo líquido de R$ 203,8 em 2020, registrando um queda de 48% em relação a 2019. As Lojas Americanas encerraram o 4° tri com lucro de R$ 400,4 milhões.  

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h foram registrados 75 mil novos casos e 1.699 mortes. Desde o início da pandemia, o país acumula 260 mil óbitos e 10,8 milhões de casos confirmados de Covid-19. (Ministério da Saúde)


OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

DESTAQUES

Os índices em Nova York fecharam em forte queda, sendo pressionados pela nova alta dos títulos dos treasuries, após discurso de Jerome Powell. As bolsas europeias fecharam sem direção definida, antes do discurso do presidente do Fed, com os investidores atentos aos rendimentos dos títulos norte-americanos, que subiram durante a sessão. 

PACOTE DE ESTÍMULOS

O Senado dos Estados Unidos entrou na fase final de debate sobre o projeto de estímulos de US$ 1,9 tri proposto pelo presidente Joe Biden. A votação possivelmente deverá ser adiada até o final de semana. A discussão do texto estava marcada para acontecer na quinta-feira (04), porém, foi suspensa após notícias de que um grupo de milícias estaria tentando invadir o Capitólio.

De acordo com as informações divulgadas pela Bloomberg, um boletim conjunto de inteligência, divulgado na terça-feira (02), do Departamento de Segurança Interna e do Federal Bureau of Investigation, alertou que extremistas discutiram a realização de ataques ao Capitólio entre os dias 4 e 6 deste mês. Os democratas visam aprovar o texto até o dia 14 de março, data em que expira o auxílio-desemprego suplementar que está em vigor. Todavia, caso sejam feitas modificações no texto aprovado pela Câmara, será preciso convocar um Comitê de Conferência, atrasando a aprovação no Congresso. (Bloomberg)

POWELL

O presidente do FED, Jerome Powell, reforçou a sua promessa de manter o crédito livre e fluido (sem interferência), até que os americanos voltem ao trabalho, refutando investidores que duvidaram abertamente se ele poderá cumprir essa promessa, assim que a pandemia passar e a economia subir por conta própria. Com o ritmo de vacinação crescente e o pacote de estímulos de US$ 1,9 tri sendo debatido no Senado, “há uma boa razão para pensar que faremos mais progressos em breve”, em direção às metas de emprego do Banco Central.

Após o discurso considerado dovish  por analistas, os títulos do T-Notes de 10 anos voltaram a orbitar em patamares acima de 1,5%, impactando negativamente as bolsas em Wall Street. Segundo especialistas ouvidos pela Reuters, a mensagem de Powell foi a mesma dos últimos comunicados, reafirmando que a instituição manterá uma política monetária mais flexível até que a economia mostre força consistente. (Reuters)

TREASURIES

Os rendimentos dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos encerraram o pregão em alta. Os T-Notes de 10 anos fecharam a 1,541%, enquanto os T-Bonds de 30 anos subiram a 2,304%.O movimento foi reflexo do discurso do presidente do FED, em que afirmou que “a reaberturaeconômica poderia criar alguma pressão sobre os preços…” .Powell ainda alegou que o Banco Central seria paciente antes de mudar a política monetária, alegando que a instituição precisaria ver um aumento mais acentuado em todo o espectro de taxas, antes de considerar qualquer ação. ( CNBC)

VACINAÇÃO NA UNIÃO EUROPEIA

A Itália bloqueou o envio de 250 mil doses de vacinas da AstraZeneca para a Austrália, sendo o primeiro país da União Europeia a usar as novas regras de regulamentações do bloco. Um dos argumentos utilizados para endossar a decisão é o de que a Austrália não está na lista de países vulneráveis e que havia escassez permanente para os países membros do bloco. (BBC)

CORONAVÍRUS NO MUNDO

Nos EUAos casos de Covid-19 já somam 28 milhões e as mortes ultrapassam 520 mil. No mundo são 115 milhões de infectados e 2,5 milhões de óbitos. (Johns Hopkins / Reuters)

HOJE

As bolsas fecharam sem direção definida na Ásia. Na Europa, os índices estão em campo negativo. Os futuros de Wall Street apontam para um dia estável, com os índices levemente positivos. O preço do petróleo avança mais de 2,5%, com o Brent negociado acima de US$ 68, após decisão da Arábia Saudita e OPEP+ aliados de manter o nível de produção de petróleo inalterado. Na agenda do dia tem números do mercado de trabalho dos EUA (Payroll), produção industrial e produção e vendas de veículos no Brasil.

Deixe uma resposta